Vhils leva o seu festival Iminente até Londres e Oeiras

Julho em Londres, Setembro em Oeiras.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Depois de uma primeira edição em 2016, o festival Iminente, que conta com curadoria do artista Vhils e da galeria Underdogs, regressa com duas edições distintas. Uma delas será no final de Julho – dias 28 e 29 – em Londres; a outra será em Setembro, novamente em Oeiras.

Em Londres, o Iminente fará a sua estreia internacional com um cartaz que reúne alguma das melhor música urbana feita em Portugal, com nomes como Slow J, Francis Dale, Batida, Halloween, Cachupa Psicadélica, DJ Ride ou DJ Firmeza. Mas há espaço também para música do país de acolhimento, com Novelist e LV & Joshua Idehen.

O Iminente é um festival que se pauta por juntar música a arte urbana, um conceito que será exportado também para Londres. Os artistas presentes serão: Add Fuel, AKA Corleone, Andre da Loba, Ben Eine, Bordalo II, Conor Harrington, Draw & Contra, Halfstudio, Mais Menos, Mar, Pixel Pancho, Sick Boy, The Cave, Vhils e Wasted Rita. A organização promete peças imersivas e, em alguns casos, políticas, que abordam o estado da Europa e a condição humana actual.

Em Oeiras, o Iminente ocupará o Jardim Municipal de 15 a 17 de Setembro. O cartaz ainda está por anunciar.

Festival Iminente Cartaz

28 de Julho

  • DJ Glue
  • DJ Kking Kong
  • DJ Big
  • Francis Dale
  • Slow J
  • DJ Ride
  • Shaka Lion
  • Batida
  • DJ Nigga Fox

29 de Julho

  • DJ Glue
  • DJ Big
  • Cachupa Psicadélica
  • Chullage
  • Halloween
  • Scuru Fitchadu
  • Novelist
  • Rita Maia presents Migrant Sounds
  • LV & Joshua Idehen
  • DJ Firmeza

 

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!