Hackers atacam HBO e terão roubado terabytes de dados

Uma das maiores preocupações recai sobre o ex-libris da companhia, os episódios vindouros da 7ª temporada de GoT.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A imprensa internacional está a dar conta de um leak sem precedentes e desta vez o alvo é a HBO. 1,5 terabytes de dados terão sido roubados do sistema informático da produtora norte-americana que agora teme pela revelação não só de episódios antecipados como de informações contratuais ou pessoais dos seus colaboradores.

A Entertainment Weekly foi uma das primeiras publicações a avançar a informação numa notícia a que junta declarações dos responsáveis da HBO, sintomáticas da sua aflição. No mesmo artigo, a EW dá nota de que os hackers terão já publicado online episódios de, pelo menos, Ballers e Room 104 e algumas informações escritas sobre Game Of Thrones. Da parte da HBO há uma recusa – por descrição ou desconhecimento – em detalhar os dados que terão sido roubadas com uma das maiores preocupações a recair sobre o ex-libris da companhia, os episódios vindouros da 7ª temporada de GoT.

Até agora não há nota da emersão de episódios da série que tem batido recordes mas segundo o Telegraph, o argumento do 4º episódio terá sido um dos documentos de texto disponibilizados pelos hackers esta segunda-feira.

O hack foi comunicado à imprensa da especialidade num atrevido e-mail enviado pelos supostos autores do hack, alertando os repórteres do seu plano.

“Olá a toda a humanidade. O maior leak do ciberespaço está a acontecer. Qual é o seu nome? Oh esqueci-me de dizer. É HBO e Guerra dos Tronos……!!!!!! São uns sortudos por serem os primeiros a testemunhar e a descarregar o leak. Aproveitem-no e espalhem a palavra. Quem espalhar bem, tem direito a uma entrevista connosco. A HBO está em queda-livre.”

Este não é o primeiro ataque do género, ainda este ano um estúdio de pós-produção tinha sido ataque e alvo de um pedido de resgate por conteúdo do mesmo género. 

Para além da comunicação à imprensa, Richard Plepler, da HBO, enviou também um e-mail aos seus colaboradores. Em ambos reafirma a sua preocupação com o ataque e o início desde já da investigação como sinal do compromisso da empresa com a proteção da informação que possui.


Actualização 20:33 4/8/2017:

O The Verge avança que o episódio 4 da 7ª temporada de Game of Thrones terá sido mesmo disponibilizado online depois do ataque, numa versão de baixa qualidade destinada a visualização interna.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!