Kendrick Lamar foi o grande vencedor dos MTV Video Music Awards

O rapper de Compton foi a estrela da noite.

MTV Video Music Awards
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O rapper norte-americano Kendrick Lamar foi o nome maior da edição deste ano dos MTV Video Music Awards, que se realizaram no domingo em Los Angeles, nos Estados Unidos, numa cerimonia onde a MTV voltou a premiar quem mais se destacou na área dos videoclipes.

Num evento marcado por fortes críticas políticas, Lamar venceu 6 das 8 categorias para as quais estava nomeado: Vídeo do Ano, Melhor Vídeo de Hip Hop, Melhor Cinematografia, Melhor Realização, Melhor Direção Artística e Melhores Efeitos Visuais. Tudo isto com o videoclipe do single “Humble”.

Dos grandes prémios ficou a faltar apenas o de melhor artista do ano, arrecadado por Ed Sheeran. O novo formato do prémio foi também uma das novidades desta edição, tendo sido a primeira vez nos MTV Video Music Awards que os homens e as mulheres não foram separados em categorias diferentes.

Khalid conquistou o prémio de melhor novo artista, Zayn e Taylor Swift o de melhor colaboração com “I Don’t Wanna Live Forever”. Kanye West foi reconhecido pela melhor coreografia em “Fade” e Zedd e Alessia Cara destacaram-se na categoria de melhor vídeo de dança, com “Stay”. Fifth Harmony e Gucci Mane venceram na categoria de melhor vídeo pop com a música “Down”, enquanto Lil Uzi Vert conquistou o prémio de melhor canção do verão com “XO Tour Llif3”.

Na cerimónia também foi reservado tempo para a delicada situação do país, principalmente sobre a actualidade relacionada com questões raciais. Paris Jackson apelou a que se mostrasse “aos idiotas nazis e supremacistas brancos” que nos Estados Unidos não há lugar para “a sua violência, o seu ódio e a sua discriminação”.

Podes consultar abaixo a lista completa dos vencedores da edição deste ano dos MTV Music Video Awards:

Vídeo do ano
Kendrick Lamar – “HUMBLE.”

Artista do ano
Ed Sheeran

Melhor Artista Revelação
Khalid

Melhor Colaboração
Zayn & Taylor Swift – “I Don’t Wanna Live Forever (Fifty Shades Darker)

Melhor Vídeo Pop
Kendrick Lamar – “HUMBLE.”

Melhor Vídeo de Dança
Zedd and Alessia Cara – “Stay”

Melhor Vídeo de Rock
Twenty One Pilots – “Heavydirtysoul”

Melhor Luta Contra o Sistema: todos os nomeados foram honrados
Logic feat. Damian Lemar Hudson – “Black SpiderMan”
The Hamilton Mixtape – “Immigrants (We Get the Job Done)”
Big Sean – “Light”
Alessia Cara – “Scars To Your Beautiful”
Taboo feat. Shailene Woodley – “Stand Up / Stand N Rock #NoDAPL”
John Legend – “Surefire”

Melhor Fotografia
Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (Scott Cunningham)

Melhor Realização
Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (Dave Meyers & the little homies)

Melhor Direção de Arte
Kendrick Lamar – “HUMBLE.” (Spencer Graves)

Melhores Efeitos Visuais
Kendrick Lamar – “HUMBLE.” ( Timber/Lead: Jonah Hall)

Melhor Coreografia
Kanye West – “Fade” (Teyana Taylor, Guapo, Jae Blaze & Derek ‘Bentley’ Watkins)

Melhor Edição
Young Thug – “Wyclef Jean” (Ryan Staake & Eric Degliomini)

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!