Mark Zuckerberg contratou um dos estrategas de Hillary Clinton

Primeiro foi a tour exaustiva por ínumeras cidades nos Estados Unidos, agora, Zuckerberg terá contratado Joel Benenson.

Mark Zuckerberg, que publicamente afirma não estar a preparar a sua candidatura a presidência dos Estados Unidos, dá mais um passo que deixa a opinião pública com a percepção inversa. Primeiro foi a tour exaustiva por ínumeras cidades nos Estados Unidos, agora, notícias dão conta de que Zuckerberg terá contratado Joel Benenson, um dos homens fortes na campanha de Hillary Clinton às Presidenciais.

O nome que não é sonante na cena das tech, tem o seu peso noutra área, a política. Joel Benenson foi um importante adviser de Obama e um dos principais estrategas da campanha falhada de Hillary Clinton em 2016.

Formalmente, segundo a mesma fonte, Benenson será consultor da fundação filantrópica que Zuckerberg detém com Priscilla Chan, a sua mulher.

À mesa de reuniões, na fundação, com Joel Benenson sentar-se-ão alguns nomes que Joel provavelmente conhece, como David Plouffe, contratado em Janeiro e gestor de campanha de Obama em 2008, Ken Mehlman, da campanha de George W. Bush em 2004 ou Amy Dudley, antiga responsável de comunicação do senador Tim Kaine.

Apesar das recusas públicas sucessivas, as acções de Mark Zuckerberg continuam a alimentar a especulação sobre a sua possível candidatura em 2019/20. Contudo e conforme dá nota o Politico, importa notar que esta não será de qualquer modo a única fundação sem fins lucrativos nem políticos com que Benenson colabora, entre a sua carteira de clientes está por exemplo a fundação Born This Way de Lady Gaga.