Este ano não há NOS em D’Bandada no Porto

Decisão foi anunciada pela Câmara Municipal por "colisão de datas".

Se fazia parte dos teus planos para Setembro, é melhor arranjares outros. A Câmara Municipal do Porto, que é parceira da NOS na organização do festival desde a sua primeira edição, anunciou em comunicado que não haverá NOS em D’Bandada 2017 na Invicta. 

A autarquia refere que na base da decisão está a ausência de datas que não colidam com uma série de outros eventos para a cidade e que atirariam a realização do evento para o período de campanha eleitoral para as autárquicas 2017.” A nota enviada esta segunda-feira acrescenta que, apesar de o evento ser “de grande importância para a cidade”, a Câmara considera “prudente a sua não realização em 2017.”

Entre os eventos previstos para a primeira quinzena de Setembro, destaque para o regresso da popular prova Red Bull Air Race, que se realiza nos dias 2 e 3 e atraiu mais de mil de visitantes ao Porto nas anteriores edições, e os Concertos da Avenida, no fim-de-semana seguinte, que marca a despedida do verão, nos Aliados, da Orquestra Sinfónica do Porto da Casa da Música.

É uma perda grande no panorama de festivais do país, não só por dar música gratuita a quem passeava nas ruas do Porto em Setembro, como porque desde a primeira edição provou que o grátis não põe em causa a qualidade do cartaz. Só para te relembrar, no ano passado actuaram nomes como Salto, Cachupa Psicadélica, Orelha Negra, Filho da Mãe ou You Can’t Win, Charlie Brown. Foram mais de 50 espetáculos espalhados por mais de 14 palcos com entrada gratuita.

Desde 2010 que o D’Bandada enche de música praticamente todas as ruas, praças, jardins, bares e até aos eléctricos da cidade do Porto. A NOS já expressou a intenção de continuar o festival nos próximos anos. A Câmara diz que o seu retorno nos próximos anos será “certamente ponderado pelo próximo executivo camarário.”