Auchan pondera acabar com as marcas Jumbo e Pão de Açúcar

A retalhista francesa Auchan vai criar uma marca única para todos os mercados onde está presente.

 
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A marca de hipermercados Jumbo poderá desaparecer até ao final de 2018. A Auchan, retalhista francesa que detém o Jumbo, e opera em em 17 mercados, através de 55 marcas, procura até ao final do próximo ano ter apenas uma insígnia em todo os países onde está presente. Em Portugal, além do Jumbo, o grupo Auchan detém o Pão de Açúcar e as lojas de proximidade My Auchan. Na maioria dos países, o grupo deverá optar por adoptar o nome de Auchan.

“Em Portugal, estamos a avaliar o impacto de uma mudança. Mas uma coisa é certa: ficará sempre uma só marca, seja Jumbo ou Auchan”, referiu Wilhelm Hubner, presidente executivo do grupo Auchan, citado esta quinta-feira pelo Jornal de Negócios. “Os clientes já conhecem a marca Auchan”, afirma o responsável.

O grupo francês justifica a uniformização da marca com o reforço da estratégia no digital, segmento onde quer reforçar a sua presença, e onde todos os pontos de venda e contacto com o cliente estão uniformizados, pelo que não faz sentido actuar com diferentes insígnias nos mercados onde opera. “É importante ter uma só marca para ser mais simples para o cliente reconhecer, e não cinco marcas, que vão naturalmente criar confusão”, justifica Hubner.

Aquando questionado sobre o impacto da eventual entrada da Amazon em Portugal, Wilhelm Hubner considera que o futuro são os formatos híbridos. “A Amazon, ou a Alibaba, não sabem fazer lojas e produtos físicos, estão no digital e precisam do físico, por isso a associação a Whole Foods. Nós estamos no físico e estamos a desenvolver o digital”, refere Wilhelm, sem adiantar se a Auchan vai fazer alguma parceria com a Amazon. “O futuro é fazer empresas híbridas que respondam ao digital e ao físico”, diz Wilhelm Hubner, ressalvando que os hipermercados físicos “não vão morrer”.

A decisão final ainda não está tomada; contudo, será conhecida em breve.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.