Toy Toy T-Rex: “eleven-se” perante o filho bastardo do NGA

Descobrimos o filho bastardo do Rei da Linha de Sintra.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Faz cerca de um ano desde a primeira vez em que ouvi Toy Toy T-Rex. Ambos estávamos atrás do nosso e a motivação nas barras deste jovem rapper da Linha de Sintra tornou-se num importante aditivo para o meu hustle diário. Para quem ainda não o conhece, T-Rex é um rapper angolano da Linha de Sintra que vive numa constante dualidade de personalidades, e que, com muito trabalho procura ser encarado cada vez com mais seriedade, como o próprio explica em conversa com a Bantumen, numa retrospectiva da sua curta carreira.

Filho do Rei é um cognome conquistado pelo rapper Prodígio e atribuído pelo próprio Rei da Linha de Sintra, NGA. Contudo como em qualquer monarquia a sucessão é uma constante preocupação e para salvaguardar o trono, tomamos a iniciativa de apelidar Toy Toy T-Rex como filho bastardo no NGA. Em latim Rex significa “o rei”, e se por um lado sabemos à partida que um filho bastardo não terá um grande protagonismo na nobreza durante a sua vida, a qualidade deste artista e a referência tão presente de Jon Snow em Game Of Thrones…  mostram na verdade onde queremos chegar. O gajo é bom, ponto final.

É possivelmente a única droga pesada que não causa mortes, só nos teus fones… pelo que fazemos votos para que ainda estejam na garantia. Caso estejam ou tenhas investido na aquisição de uns novos recentemente, fica sabendo que no passado dia 12 de Setembro, por ocasião ao seu aniversário, Toy Toy T-Rex, membro do grupo Mafia73, disponibilizou a sua nova mixtape, intitulada 11-se ou Eleven-se. Uma compilação de 15 faixas, gravadas ao longo dos dois últimos anos, capazes de te dar aquela força e motivação extra na estrada da vida.

Apresenta um flavour único no rap lusófono. Embora as influências sejam evidentes e diversas vezes homenageadas durante as suas músicas – a omnipresença de NGA sente-se em quase todos os backs -, T-Rex consegue mesmo assim atingir um registo capaz de surpreender. Principalmente a nível de flow, onde o leque de escolhas parece não ter fim. Com uma ambição destemida aliada a uma série de punchlines ardentes é daqueles rappers da nova escola que com certeza vamos ouvir falar (e vamos falar) muito num futuro próximo.

“Agora digo ao Boss AC, Boss AC impossível esqueceres aquele puto que se inspirava em ti, “ficaste fodido” com o boss NG, Boss NG inspirou o nigga T (REX!) Será que o NGA está preparado para o NGREX ?!”

A mixtape 11-se encontra disponível para download gratuito e audição gratuita no Soundcloud.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!