Agora qualquer site pode ganhar dinheiro com o Patreon

Só precisas de um site WordPress e do plug-in do Patreon.

A internet não só ligou pessoas de vários cantos do mundo, como deu-lhes a possibilidade de partilhar o seu talento de forma global, gratuita e sem barreiras. Com a internet, nasceu uma nova geração de criadores, mas também novos desafios de como monetizar os trabalhos publicados online. Para alguns a publicidade cobre os custos; para outros a via é o tradicional crowdfunding, outros olham para alternativas como o Patreon.

Em Portugal, o Patreon ter-se-à popularizado com o Rui Unas, que começou a utilizar a plataforma para rentabilizar o seu podcast Maluco Beleza. No Patreon, qualquer pessoa pode criar uma página para o seu projecto e definir os valores monetários que os seguidores poderão dar mensalmente, contribuindo para a sustentabilidade do mesmo. Dependendo do valor do donativo, os apoiantes recebem dos criadores determinadas recompensas, como brindes ou acesso privilegiado aos conteúdos.

No caso do Maluco Beleza, quem contribuir com 5 dólares tem acesso integral ao podcast que, para os não pagantes, é repartido em vários vídeos, publicados de forma faseada; mas quem der 1 dólar já pode ter acesso a alguns vídeos exclusivos de antevisão. Os apoiantes – também denominados “patronos” – podem cancelar a sua subscrição de um mês para o outro e activá-lo na seguinte. Além do Maluco Beleza, existem outros projectos que podes apoiar no Patreon. É o caso de Tiago Ramos, um dos três youtubers portugueses de tecnologia de que te falámos anteriormente; ou dos sites também de tecnologia e também portugueses 4gnews e Future Behind. Lá por fora, destaque para o “leaker” Evan Blass e para o popular canal de YouTube Kurzgesagt, que produz animações sobre questões fundamentais.

 

Para ajudar os criadores a monetizar os seus conteúdos, o Patreon anunciou um conjunto de integrações com outros serviços. Uma delas é com o WordPress, que é usado por mais de 25% da Internet, incluindo algumas das maiores publicações do mundo. Com o novo plug-in do Patreon para WordPress, qualquer pessoa com um site nesta plataforma pode criar uma paywall, restringindo o acesso a determinados conteúdos a quem contribua com um valor previamente definido pelo criador. Com este plug-in, podes também dar aos apoiantes do Patreon uma experiência sem anúncios no teu site.

Os criadores que usem o Patreon têm à sua disposição outras integrações. Por exemplo, podes automaticamente adicionar novos patronos a uma lista de e-mail do Mailchimp ou a uma folha de cálculo do Google Sheets. Em breve será lançada uma integração com o Slack que permitirá criar comunidades com todos os apoiantes nesta aplicação. Fóruns baseados na plataforma Discourse ou Discord podem também criar canais de discussão a que só os contribuidores podem aceder. O Patreon disponibilizou também APIs e documentações para que os programadores podem imaginar outras integrações.

Milhares de pessoas seguem o Shifter diariamente, apenas 50 apoiam o projecto directamente. Ajuda-nos a mudar esta estatística.