Sondagens no Instagram Stories são uma boa ideia

E desta vez não foi uma ideia do Snapchat.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Com cerca de 500 milhões de utilizadores mensais só das Stories, o Instagram não pára de adicionar funcionalidades à plataforma. Uma das novidades mais recentes são as sondagens: utilizadores podem fazer perguntas nas suas Stories e dar duas opções de resposta/voto aos seus seguidores. Bem pensado, não?

As Stories são já o espaço onde muitos de nós partilhamos instantes do dia-a-dia e mantemos o contacto com os nossos amigos, respondendo às suas fotos ou vídeos. Este tipo questionários simples, em que existem apenas duas opções e basta clicar num botão para responder, segue a mesma lógica procurando criar mais um mecanismo de contacto rápido entre as pessoas.

Tal como as Stories, as sondagens e respectivas respostas ficam apenas disponíveis durante 24 horas. Durante esse período, podes acompanhar quem votou e em qual das opções, no mesmo sítio onde consultas as pessoas que abriram a tua Story. Os teus seguidores podem também saber os resultados, mas só depois de votarem, tal como na maioria das votações online.

O potencial das sondagens nas Instagram Stories é imenso. Eis uma lista de coisas para os quais podem ser utilizados:

  • uma simples brincadeira com os amigos;
  • averiguar, de forma rápida, a opinião da comunidade sobre um determinado tópico (bom para jornalistas);
  • saber qual o melhor vestido para levar para uma festa (a pensar nos influenciadores de moda);
  • perguntar sobre uma compra que queremos fazer;
  • questionar os seguidores se querem um determinado conteúdo (pode ser fixe para youtubers ou bloggers).

Para além das sondagens esta actualização do Instagram conta mais algumas novidades significativas, entre elas, a adição de um Color Picker, com uma paleta cromática completa e a possibilidade de copiar tons das fotografias, e de um sistema de linhas guias automáticas que te vão ajudar a centrar o texto e a manter tudo dentro dos limites.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!