A ausência de Trump foi boa enquanto durou

Depois de fazer o gosto ao dedo eliminando a polémica conta de Donald Trump, este misterioso empregado responsável pelo fecho da conta tornou-se numa espécie de herói viral.

A história é no mínimo insólita e um daqueles acontecimentos que não se podia ter passado noutro tempo, e dificilmente se repetirá com outras personagens ou noutro contexto. Durante a noite de quinta-feira uma das contas mais polémicas do Twitter de todo o mundo ficou misteriosamente offline. Sim, falamos-te da @realdonaldtrump.

A ausência foi logicamente notada por muita gente mas foi do próprio Twitter que chegou a confirmação do eclipse que afastou Donald Trump da sua rede social preferida.

Duas horas mais tarde, a história começou a completar-se com os primeiros frutos da investigação do Twitter. Conforme a empresa pôde apurar internamente, a eliminação da conta de Donald Trump terá sido apenas uma brincadeira de mau gosto de um empregado no seu último dia de trabalho.

Depois de fazer o gosto ao dedo eliminando a polémica conta de Donald Trump, este misterioso empregado tornou-se numa espécie de herói viral entre os habituais visitantes da plataforma.

Também Trump reagiu ao sucedido, do jeito arrogante que o caracteriza:

Apesar do teor cómico que a situação ganhou, essencialmente por se tratar de Donald Trump, o sucedido não deixa de ser mais uma prova cabal da capacidade de intervenção humana na mediação de conteúdo ou proibição de contas, revelando fragilidades no que toca as políticas de segurança e privacidade da plataforma.

O Shifter é gratuito e sempre será. Mas, se gostas do que fazemos, podes dar aqui o teu contributo.