Facebook lança nova app para tentar convencer os youtubers

O Facebook Creator é uma nova app que ajuda os criadores de conteúdo a gerir os seus perfis ou páginas.

 

O Facebook lançou uma nova app para ajudar os criadores de conteúdo, especialmente aqueles que produzem vídeo, a gerir melhor o seu perfil ou página. Com o Facebook Creator, podes gerir os teus posts, responder às mensagens do Messenger e aos comentários no Instagram, e ver as últimas estatísticas.

O lançamento do Facebook Creator (para iOS; versão Android em breve) é a mais recente ofensiva do Facebook ao YouTube. A rede social está levar muito a sério o vídeo e quer convencer os criadores de conteúdo neste formato a apostarem na sua plataforma.

Em Agosto, lançou nos Estados Unidos o Facebook Watch, um serviço de streaming integrado na rede social onde os criadores podem lançar as suas séries, divididos em episódios e temporadas. No Watch, os utilizadores podem seguir os programas que lhes interessam e ser notificados sempre que existir um novo episódio, que é adicionado automaticamente à sua Watchlist. O Watch está disponível na versão desktop do Facebook, nas apps móveis e também na aplicação para televisão (Apple TV, Amazon Fire TV e Samsung Smart TV). A expectativa do Facebook é expandir o Watch globalmente.

A nova app Creator pretende ajudar os criadores a gerir melhor as suas séries e episódios no Watch. No entanto, a aplicação está disponível para todos os utilizadores que tenham um perfil ou página pessoal no Facebook, oferecendo funcionalidades exclusivas, nomeadamente:

  • novas opções de posts, nomeadamente a possibilidade de promover uma sessão de perguntas e respostas;
  • publicação simultânea no Facebook, Instagram e Twitter, através da caixa de publicação tradicional ou da Facebook Camera (é possível publicar Stories);
  • um separador que aglutina mensagens do Messenger, comentários do Facebook e notificações do Instagram. Assim, é possível gerir todas as interacções com os seguidores/fãs num único local;
  • ferramentas para o Facebook Live, como adicionar uma introdução ao directo, criar stickers personalizados com que os espectadores podem “brincar” durante a transmissão, ou personalizar o vídeo com uma moldura que identifique o programa/criador;
  • acesso a métricas dos vídeo e a estatísticas demográficas.

Utilizando o Facebook Creator com um perfil, as funcionalidades serão mais limitadas. Por exemplo, não é possível ter o separador de mensagens ou estatísticas com o mesmo nível de profundidade que comparativamente a utilizar uma página (nota: tem de ser uma página pessoal, isto é, que represente uma pessoa).

O lançamento do Facebook Creator chega numa altura conturbada para o YouTube. Apesar de ainda beneficiar de uma posição privilegiada junto dos criadores, o YouTube tem sido acusado por alguns dos maiores youtubers de dar mais atenção aos anunciantes que à comunidade de criadores. O vlogger Casey Neistat, que tem quase 2 mil milhões de assinantes na plataforma, sintetizou esta questão num dos seus últimos vídeos, referindo-se à polémica desmonetização de vídeos que, de forma dúbia, tem estado a afectar alguns dos youtubers.

O Facebook ainda não oferece as possibilidades de monetização do YouTube, sendo que, para já, a melhor forma de os criadores fazerem dinheiro com os seus conteúdos é negociando vídeos pagos com marcas e anunciantes, podendo depois identificar esses conteúdos com uma etiqueta “Pago”. Outra alternativa é usar o Facebook para vender merchandise. O Facebook está a testar intervalos publicitários no meio de vídeos, mas esta funcionalidade está neste momento restrita a alguns parceiros. A empresa de Mark Zuckerberg criou um portal para ajudar os criadores de conteúdos a aproveitar melhor todas as ferramentas do Facebook e convida todos eles a juntarem-se à comunidade e a usar a nova app – podem fazê-lo aqui.

O Facebook Creator é um relançamento do Facebook Mentions, a aplicação que anteriormente era exclusiva para perfis e páginas verificadas. A versão iOS pode ser descarregada aqui; a versão Android estará nos próximos meses disponível aqui.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.