A filosofia pode ajudar-te a encontrar o amor

Um professor ajudou um aluno a conseguir um encontro através dos métodos de persuasão mencionados no livro "Retórica" de Aristóteles.

De Inglaterra, chega-nos a prova de que ir à escola, estudar e falar com os professores pode ajudar-te a ter sucesso em encontros amorosos e, quem sabe, a encontrar o amor da tua vida. A história tem corrido o Twitter desde que Jake (@squidslippers) decidiu contá-la aos seus seguidores.

Acontece que Jake, confrontado com alguns problemas em abordar raparigas, decidiu pedir ajuda ao seu professor de inglês que, por sua vez, decidiu recorrer a essa grande figura da filosofia grega – que agora vamos certamente passar a associar a ideia de cupido – chamada Aristóteles. E foi mesmo um diagrama Ethos, Logos e Pathos que fez com que Jake conseguisse um encontro com a sua amada Hannah.

Ethos, Logos e Pathos são os três métodos de persuasão mencionados por Aristóteles no seu livro Retórica, um texto filosófico que remonta ao século IV aC. Ethos significa atrair os valores morais de um indivíduo, argumentando. Refere-se às características do orador que podem influenciar o processo de persuasão.  O professor de Jake instruiu-o a aplicar o princípio aos seus esforços. Numa tradução liberal, para que se perceba, no diagrama de Jake podemos ler: “Ethos: Eu não quero entrar com muita força ou pressão. Só quero uma saída amigável. Eu sou fixe às vezes”.

Logos diz respeito ao conteúdo do discurso, ao uso da lógica. Isto é, à clareza do discurso, o uso de técnicas como a repetição, a escolha minuciosa da ordem dos argumentos. No caso de Jake, ele usou “comida gratuita, uma pausa no trabalho” para apoiar seu pedido.

Pathos significa atrair as emoções de uma audiência, o apelo ao lado emocional. O pathos de Jake foi simplesmente “será divertido!”

Para ajudar nas contas, Jake definiu-se ainda a si como o interlocutor, “convencer Hannah a aceitar um encontro” como o propósito e fez uma breve descrição de Hannah que pudesse ajudar a compor os pormenores da mensagem, dizendo que sabe que se mudou recentemente para um novo apartamento, que é fã de fotografia (algo que só sabe porque a pesquisou no Instagram), que é solteira, gosta de comida chinesa e tem um cão.

Jake colocou toda esta teoria em prática e o resultado final (a mensagem, que podes ver acima) foi tão bom que a Hannah lhe enviou uma mensagem aceitando de imediato o pedido de encontro, sugerindo ela própria um dia e hora e garantindo que levaria o seu cão, Winston. 

O Ethos, Pathos e Logos parecem ter sido tiro e queda. Três dias depois, Jake voltou ao Twitter para contar como tinha corrido o encontro. Mostrou fotografias e orgulho por ter conseguido tal feito. Contou que fizeram pinturas com os dedos ao por do sol (so cute) e mostrou o cão, que diz tê-lo recebido amigavelmente.

Os seguidores de Jake já pedem mais, há quem fale em casamento e sugira o professor como padrinho, e quem garanta estar ansiosamente sentado à espera de novos desenvolvimentos, como se de uma série romântica se tratasse.