Moullinex vai dar mini-concertos experimentais no Facebook

Depois de encerrar o Mexefest, Hypersex invade o Facebook.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Diz quem lá esteve que foi épico. Últimas horas de Mexefest, o Coliseu dos Recreios a dar tudo até às 2 da manhã. Houve Moullinex deitado no chão de guitarra em mãos, crowdsurfing, músicos nas grades, danças excêntricas…  uma festa de que não dava para sair sem remorsos e onde só faltou alguma nudez.

Luís Clara Gomes (Moullinex) juntou GHETTHOVEN, Gui Salgueiro, Guilherme Tomé Ribeiro e Diogo Sousa; e juntos proporcionaram uma verdadeira explosão musical, o álbum Hypersex. Um registo enérgico e que contagia tudo e todos à sua volta com uma atitude irrequieta e muito groove a pedir um pézinho de dança. Ao vivo é o que é – e o que descrevemos em elogios no nosso resumo do Mexefest – mas Hypersex pretende ser mais que isso e vingar também no digital. É aí que surgem as Chroma Sessionspequenos directos no facebook em que a banda, equipada a rigor (com fatos chroma, entenda-se), tocará alguns dos temas do álbum.

O equipamento colorido e o fundo contrastante são mais do que um adereço, um convite à interpretação visual dos temas e, para isso, Moullinex convidou artistas visuais que serão responsáveis pelas projecções nestas telas virtuais e humanas. O primeiro dos convidados será Rui Clara Gomes, para um ritual que se vai repetir mais 3 vezes, de 15 em 15 dias.

Hypersex vai ser transmitido em directo no Facebook, esta noite, às 21h e promete ser mais um momento especial de Moullinex e da sua “selecção nacional”.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!