9 Miller, Piruka e Holly Hood num bife à portuguesa

Bem ou mal passado?

O que não nos mata torna-nos mais fortes, é sobre este mote nos vamos debruçar neste artigo. Numa altura em que o Rap em português vive um dos melhores momentos de sempre, 3 dos nomes mais mediáticos mantêm há semanas um constante clima de diss.

É evidente que a cultura hip hop gira muito em torno do machismo e de extrema competição entre MC’s, a mais recente troca de piropos entre 9 Miller, Piruka e Holly Hood apresenta-se como o reflexo perfeito disso mesmo. A história, essa, inicia-se assumidamente na faixa “Filho da Guida”, de 9 Miller, onde este se refere a Piruka como querendo as mesmas mulheres que os membros da Superbad, por utilizado a mesma modelo num videoclipe que Holly Hood – “O ****** também as quer mas a gente sabe, depois de nós pa sentir a que é que a gente sabe, Uuuu não faz isso”. 

Embora o nome surja censurado na faixa, os ouvintes rapidamente identificaram o alvo. Diga-se de passagem, o trabalho nem foi muito difícil, tendo em conta as barras que se seguem, culminando em – “Só falam daquilo que não vivem, o que me leva a crer que as mentiras coincidem com as views”. De realçar que o rapper Piruka é um dos nomes mais sonantes no Youtube em Portugal. No total, o seu canal conta até ao momento com mais de 100 milhões de visualizações.

Holly Hood também lançou as suas farpas com a faixa “Cala a Boca”“Os reais que metem fé na coroa, dos falsos que metem fé na cara”. Em “Não Faz Isso”, o MC da Madorna responde directamente a Holly Hood e 9 Miller, explicitamente e sem meias palavras, com diversas referências aos dois rappers em questão – “Eu já tenho fé na cara, ofereço-te a coroa para seres rei em casa, já que não és na rua”. Para além disso utilizou ainda um sample de “Filho da Guida”, mais concretamente o irónico “Não faz isso”, que serve de nome à faixa de resposta de Piruka. Tema com inúmeras referências a faixas de 9 Miller e Holly Hood como “Limonada”, “Fácil” ou “Cobras e Ratazanas”, para além de uma referência a um alegado plágio de Holly Hood em“Cala Boca”, música do rapper francês Niska“Não vais abanar a estrutura a imitar um francês”.

Holly Hood respondeu com a “R.I.P. Holly Hood”, Piruka ripostou com “Certidão de Óbito”, e 9 Miller termina, ao que parece, literalmente com este assunto, através do tema “Golpe Baixo”.

É comum diversos rappers utilizarem punchlines e dicas onde a carapuça dita a sentença, e a generalização se sobrepõe à objectividade e direção concreta das suas dicas. Se individualizar é correto ou não, será sempre uma questão ambígua e de carácter pessoal. Apesar de a tolerância e o respeito pelo outro serem fundamentais na cultura Hip Hop e na própria sociedade, este clima é reflexo da competição constante entre pares que se vive. Prevalecendo o bom senso, e enquanto as aparentes divergências se mantiverem entre barras, metáforas e técnica, o clima torna-se fértil para potenciar os rappers em questão, quer no que toca a hype quer em skills.

No Youtube teimam em não abandonar as tendências. Para os mais novos, este bife à portuguesa é puro entretenimento e motivo de conversa diária, alimentada pelas reacções à reacção, viralizando ainda mais este fenómeno, onde no final de contas, todos os envolvidos acabam por ganhar. Até à data da redação deste artigo todas as faixas referentes a esta situação representam em conjunto cerca de 23 milhões de visualizações no Youtube, fora as tais reacções e todos os os diversos uploads em canais de divulgação não oficiais.

Tendências no Youtube a 14 dezembro de 2017