Um editor de texto que podes hackear a teu gosto

O Atom serve para escrever "texto normal", mas é sobretudo destinado a programadores (HTML, CSS, PHP...).

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Editores de texto há muito, mas nem todos são tão versáteis como o Atom. Disponível para macOS, Windows e Linux, esta aplicação pode ser customizada a teu gosto – basta para tal instalares os extras que queres, por exemplo, para teres, novos gestos de navegação, a possibilidade de partilhares o teu trabalho com colegas ou um relógio na barra de estado.

Esses extras podem ser desenvolvidos pela equipa do Atom ou pela comunidade de programadores que apoia este editor de texto “hackeável”. Chamam-se packages e, tal como o Atom, são gratuitos e disponibilizados em código aberto, podendo ser instalados através da aplicação. Outra personalização que podes fazer no Atom é mudar o seu aspecto – existem quatro themes pré-instalados, mas podes descarregar outros para colocares a app ao teu gosto.

De resto, o Atom tem tudo aquilo que esperas de um editor de texto: podes escrever texto normal, mas o Atom serve sobretudo para escrever código de programação (HTML, CSS, PHP…). São de resto esses programadores/utilizadores do Atom que vão desenvolvendo os plugins que fazem a aplicação crescer e ganhar novos aspectos e funcionalidades. Podes, por exemplo, abrir vários documentos na mesma janela e até dividir essa janela ao meio para comparar o código entre dois ficheiros ou outra tarefa semelhante.

Todo o Atom está disponível em código aberto no GitHub. Podes seguir o projecto no Twitter, juntar-te à comunidade no Slack ou participar no fórum de discussão.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!