Lince-Ibérico esteve à venda no OLX por 1500 euros

Um lince-ibérico, espécie protegida e em vias de extinção, foi colocado à venda na internet, no site de classificados OLX, por 1500 euros.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O Ministério Público está a investigar uma possível tentativa de venda online de um lince-ibérico, uma das espécies mais ameaçadas e protegidas da Península Ibérica. O animal foi colocado à venda na plataforma de classificados online OLX, através de um anúncio entretanto retirado, segundo afirma o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), em declarações à Lusa.

O autor do suposto anúncio apelava à necessidade de “venda urgente” do animal por um preço “negociável” de 1500 euros, acrescentando que o animal  tinha sido capturado através de uma armadilha para raposas no Algarve, no concelho de Alcoutim. “O animal é muito bravo, mas com o tempo irá ficar mais manso”, referia o anunciante, acrescentando que vendia o animal porque não queria “ser apanhado com ele em casa” e porque já teria atacado o filho “inúmeras vezes”.

O ICNF, organismo do Ministério do Ambiente que coordena o programa ibérico de conservação, reprodução e libertação na natureza desta espécie em Portugal, questionado pela Lusa, respondeu que “o caso se encontra em tramitação junto do Ministério Público“. A tramitação pelo Ministério Público foi invocada pela ICNF para não adiantar, de momento, mais detalhes sobre o caso. A GNR também foi questionada e fonte do Comando Territorial de Faro confirmou que “o SEPNA está a cargo do caso”, não avançando com mais informações por a investigação estar a decorrer.

Uma fonte policial disse à Lusa que a fotografia que acompanhava o anúncio foi retirada de uma reportagem televisiva , colocando-se a hipótese de o autor do anúncio não ter sequer nenhum animal deste espécie.

“Sabe-se que desapareceu um lince em agosto na zona de Alcoutim e em setembro foi encontrada uma coleira, que pode pertencer a esse animal e foi entregue ao ICNF para determinar a quem pertencia. Isto já permite também pensar que o animal possa mesmo ter sido capturado e posto à venda, afirmou a mesma fonte.

A plataforma de classificados OLX já se pronunciou, através de um comunicado “o anúncio em questão foi rapidamente detectado e eliminado, tendo a empresa contactado as respectivas autoridades competentes para lidar com o caso.“Desde a entrada em vigor da lei que proíbe a venda de animais selvagens online, que o OLX actua em conformidade e elimina todos os anúncios que digam respeito a esse tipo de animais”.

Alcoutim é um dos 16 concelhos do distrito de Faro que faz parte do território português escolhido para acolher os primeiros linces-ibéricos libertados, no âmbito do programa de recuperação desta espécie protegida, realizado por Portugal e Espanha.

Com uma área de distribuição histórica extremamente reduzida, ocupando somente a área da Península Ibérica, esta espécie encontra-se classificada como o carnívoro mais ameaçado na Europa e o felino mais ameaçado no Mundo.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!