Nova lei europeia obriga Facebook a ser mais transparente com os nossos dados

Rede social vai lançar vídeos educativos para explicar aos utilizadores como funciona a privacidade no Facebook e divulgou uma lista de 7 princípios que promete respeitar enquanto empresa.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O Regulamento Geral sobre a Proteção dos Dados Pessoais vai entrar em vigor no dia 25 de Maio em toda a União Europeia e vai mudar a forma como as empresas, online e offline, gerem e armazenam os dados dos seus utilizadores. Todas as entidades corporativas vão ter de se adaptar à nova legislação, Facebook incluido.

A rede social norte-americana nunca ficou conhecida por políticas de total transparência no que diz respeito à informação que recolhe sobre os seus utilizadores e também aos mecanismos de que estes dispõe para se proteger. Tem mudado ao longo dos últimos anos, mas a União Europeia (EU) pretende agora apertar o cerco ao Facebook e a todas as outras tecnológicas, com vista a aumentar a protecção dos dados pessoais transmitidos através da internet a todas as pessoas que se encontrem em território da UE.

Numa publicação no blogue oficial, intitulada “Dar-te mais controlo sobre a tua privacidade”, o Facebook anuncia que vai introduzir no News Feed vídeos educativos que explicam aos utilizadores como podem ajustar a privacidade da sua conta e do conteúdo que partilham. “Tens muitas formas de controlar os teus dados no Facebook, incluindo ferramentas para garantir que apenas partilhas o que queres com as pessoas que queres. Mas os controlos de privacidade funcionam apenas se souberes onde encontrá-los e como usá-los”, lê-na na nota.

Os utilizadores do Facebook podem encontrar todas as informações sobre essas ferramentas de privacidade neste site. O Facebook refere que uma forma rápida e imediata de os utilizadores verificarem a sua privacidade é através do Privacy Checkup, disponível na barra azul e que permite ajustar a privacidade de publicações e de informações pessoais no nosso perfil.

 

Os vídeos educacionais, que serão lançados pelo Facebook, vão procurar esclarecer os utilizadores sobre “tópicos importantes, como como controlar que informação o Facebook usa para te mostrar anúncios, como rever e apagar publicações antigas e o que significa apagares a tua conta.

A empresa de Mark Zuckerberg lançou ainda, pela primeira vez, uma página explicativa sobre os princípios de privacidade do Facebook, onde é referida a política da rede social relativamente à gestão de dados pessoais dos utilizadores. O Facebook assume o compromisso de lhes dar controlo sobre a sua privacidade, de os ajudar a perceber como a sua informação pessoal é usada, de assegurar a segurança dos seus dados e de lhes permitir apagar a sua informação a qualquer momento.

O Facebook refere ainda que está constantemente a melhorar a sua política e que não sabe tudo, por isso, conta com a consultoria de reguladores e especialistas em privacidade para encontrar as melhores práticas.

À France Press, o Facebook refere que reuniu na sua delegação europeia de Dublin uma “importante equipa” constituída por designers, juristas e especialistas, no sentido de se preparar para a nova legislação europeia. O Regulamento Geral sobre a Proteção dos Dados Pessoais é encarado como “uma pequena revolução” para as empresas, administrações, associações, partidos políticos ou organizações limitadas a recolher dados. De acordo com a lei, a manutenção dos dados vai ser restringida e o uso das informações vai depender de autorização dos utilizadores.

Descobre o que o Facebook sabe sobre ti com esta espantosa ferramenta

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!