Bandas que (ainda) mal conheces vão a concurso no São Jorge

Um dos mais antigos concursos de bandas português vai ter mais uma grande final no Cinema São Jorge, em Lisboa. Será dia 13 de Janeiro.

Festival Termómetro cartaz
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Caio, Quartoquarto, Planeta Tundra, Jerónimo e Mathilda. Se estás atento à emissão da Antena 3 é provável que já tenhas ouvido uma destas cinco bandas, mesmo que assim os nomes possam não te dizer nada. São os finalistas do Festival Termómetro, que desde 1994 tem vindo a destacar e premiar a nova música portuguesa.

A 23ª edição do Festival Termómetro passou pelo Fundão, Porto, Aveiro e Lisboa, cidades onde decorreram as actuações que permitiram aos cinco finalistas a passagem à final, no Cinema São Jorge. Caio, Quartoquarto, Planeta Tundra, Jerónimo e Mathilda vão apresentar-se dia 13 de Janeiro, às 21h30, num concerto que terá a participação dos emblemáticos Pop Dell’Arte.

Figuras influentes ligadas aos meios de comunicação musicais e editoras escolherão quem pisará os palcos do NOS Alive e Bons Sons deste ano, bem como quem terá oportunidade de fazer um videoclipe e ter acesso 10 horas de gravação em estúdio. Nomes tão diversos como Álvaro Covões, director da Everything Is New, Vítor Belanciano, jornalista do Público, Nuno Calado, da Antena 3, Nelson Ferreira, da SBSR rádio, Luís Guerra, da revista Blitz, ou o músico Samuel Úria, são uma amostra do credível e conceituado júri deste Festival.

Criado em 1994, o Festival Termómetro chegou a 2017 (e prolongou-se até 2018) – 23 anos depois – com um histórico considerável. Vencendo-o ou não, foi neste festival que muitas bandas e artistas se viriam a revelar, como são disso exemplo os casos dos Ornatos Violeta, B Fachada, Capicua, Dj Ride, Mazgani, Ana Bacalhau, David Fonseca, Noiserv, Richie Campbell, Salto, Tatanka, entre tantos outros. Ao todo, em 23 anos, mais de 500 bandas e artistas por ali passaram e este ano mais duas dezenas se juntaram.

Os bilhetes para a final da 23ª edição do Festival Termómetro, que conta com o apoio da Antena 3 e que será apresentada mais uma vez por Fernando Alvim, estão disponíveis a 10 euros, e podem ser comprados online na Ticketline ou na bilheteira do Cinema São Jorge.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!