Criador do Linux arrasa Intel: “Hardware mal desenhado por idiotas”

Um dos mais notáveis defensores da tecnologia livre, gratuita e acessível não foi brando nas palavras e expressou a sua preocupação com a reposta insuficiente da Intel às vulnerabilidades recentemente detectadas.

Linus Torvalds, o inventor, fundador e um dos principais responsáveis pelo sistema operativo Linux, é sempre alguém a escutar quando o assunto é a internet livre e a relação entre fabricantes e utilizadores. Desta vez, pronunciou-se sobre a Intel, mais concretamente sobre a sua reacção às vulnerabilidades recentemente detectadas – Meltdown e Spectre –, e não foi brando nas palavras.

Numa troca de e-mails entre os principais programadores do Kernel, núcleo de Linux que serve de base a sistemas operativos livres como o Ubuntu, David Woodhouse e Linus Torvalds expressam as suas apreensões face às respostas alegadamente insuficientes da Intel. Para Linus Torvalds, os patches e as notas enviadas à comunicação social sobre a principal fabricante de CPUs do mundo são absoluto lixo. “Tudo isto é puro lixo”, é assim que começa o extenso e-mail trocado na lista de discussão do núcleo de Linux e que pode ser encontrado aqui.

A Intel está mesmo a planear fazer esta merda arquitectural? Alguém falou com eles e lhe disse que estão doidos?

Sem se poupar na agressividade e assertividade das palavras, Linus revela algumas das suas preocupações mais técnicas, complementando essa visão com críticas à forma gestão da Intel, que acusa de não estar a encarar o problema com a seriedade necessária:

Alguém não está a dizer a verdade. Alguém está a lançar completo lixo por razões incertas. Desculpem ter de o dizer.

Eles estão só a fazer loucuras. Literalmente, coisas que não fazem sentido. Que tornam todos os argumentos questionáveis e alvo de suspeita. 

Que merda é esta que se está a passar?

E estão a ignorar o pior dos problemas, nomeadamente que todo o interface do hardware foi mal desenhado por idiotas.

O criador do Linux e um dos mais notáveis defensores da tecnologia livre, gratuita e acessível segue assim a tendência que sempre o caracterizou na luta pela computação, aproveitando as vulnerabilidades de hardware como pretexto para reinvindicar a sua tradicional demanda por componentes livres.

Para Linus Torvalds, como para outros geeks de excelência, a descoberta das vulnerabilidades nos principais processadores desenhados nos últimos anos seria o pretexto ideal para um redesenho sério dos componentes e não apenas para actualizações superficiais, que, diz, não resolvem os problemas por completo.