Relógios dinamarqueses com hora portuguesa conseguem 100 mil euros em crowdfunding

A Nordgreen foi fundada por Pascar Sivam e Vasilij Brandt, equipa à qual Daniel Rocha se juntou como Growth Hacker Entrepreneur.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Estudou 4 anos Engenharia Física em Portugal e mudou-se para a Dinamarca, onde é responsável pelo crescimento de uma marca de relógios de luxo de estilo dinamarquês. Em apenas duas semanas, a Nordgreen captou 100 mil euros em crowdfunding, continuando a campanha activa para aumentar o financiamento. Já vai quase em 150 mil.

A Nordgreen foi fundada por Pascar Sivam e Vasilij Brandt, equipa à qual Daniel Rocha se juntou como Growth Hacker Entrepreneur. “Sou responsável pelo crescimento da empresa, pela notoriedade da marca e pela aquisição de novos clientes”, conta via e-mail ao Shifter. Um amigo passou-lhe o contacto do Pascar, “falei com ele na sexta-feira e na segunda já estava a trabalhar”. “Fui dos primeiros a juntar-me [à Nordgreen], quando cheguei só havia uma ideia”, acrescenta.

Daniel já estava na Dinamarca antes de se cruzar com a Nordgreen. Queria ir para fora, queria conquistar tudo por mim e ser independente”, diz. Tinha o Reino Unido e a Austrália como opções, mas “senti que a Dinamarca era o que talvez iria representar mais oportunidades para mim e, claro, permitir-me-ia aprender uma língua nova”. Candidatou-se a um curso de gestão em Aarhus, uma cidade na costa leste, e entrou. “Tive de me mudar para Copenhaga durante o fim-de-semana e encontrar casa no mercado literalmente caótico daquela cidade, em que as pessoas geralmente levam mais de seis meses a arranjar uma casa para viver.”

A Nordgreen nasceu em 2017 e, com o lançamento do seu crowdfunding no início deste ano, conseguiu já ter uma das campanhas mais bem sucedidas na plataforma Kickstarter a nível europeu. A pouco mais de uma semana do fim da campanha, e à hora de publicação deste artigo, a Nordgreen captou já 1 091 911 coroas dinamarquesas, qualquer coisa como 146 600 mil euros. O objectivo das 100 mil coroas (cerca de 13 400 euros) foi ultrapassado em 200% num dia.

O designer Jakob Wagner com os fundadores da Nordgreen, Pascar Sivam e Vasilij Brandt

A Nordgreen está a desenvolver uma colecção de relógios de três estilos diferentes – Philosopher, Infinity e Native –, de dois modelos diferentes – de 36 mm e de 40 mm –, e de dois tons diferentes – prateado e rosa-dourado. Têm um design “simples e elegante”, da autoria de Jakob Wagner, “um famoso designer dinamarquês”, que já recebeu múltiplos prémios e que tem uma das suas peças na colecção permanente do MoMA, em Nova Iorque.

No Kickstarter, os relógios podem ser adquiridos com diferentes descontos e uma contribuição para a campanha da Nordgreen significa também o apoio de causas de saúde (dois meses de água potável para uma pessoa na África central), ambiente (200 metros quadrados de floresta preservados na América Latina) e educação (um mês de educação a uma criança na Índia). “O sentimento que estamos a transmitir é a sensação de Copenhaga, de ser e viver como alguém de Copenhaga, refere Daniel, “mas também a contribuir para o mundo”.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!