O novo Portal das Finanças já está disponível. Ficou mais acessível

Um novo motor de busca ajuda-te a encontrar aquilo de que precisas rapidamente.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Precisamos dele para tratar das finanças pessoais ou da nossa empresa e evita que percamos tempo em filas de espera. Criticado ao longo de anos por ser confuso e pouco amigo do utilizador, o Portal das Finanças arrancou 2018 de cara lavada. Um motor de busca em destaque ajuda-te agora a chegar aos serviços que queres, entre os mais de 700 disponíveis.

Agora, quando acedes a portaldasfinancas.gov.pt, podes imediatamente escrever o que queres. Seja “passar recibo” ou “entregar IRS”, basta pesquisares por palavras ou expressões comuns para obteres uma lista dos serviços disponíveis, da legislação em vigor ou notícias relevantes.

Também na página inicial, encontras outras formas de aceder àquilo que pretendes, além do motor de busca. No topo, tens links para te registares no portal ou iniciares sessão, algo que anteriormente só aparecia quando tentavas aceder a algum serviço. Encontras também destaques dos serviços mais relevantes em dada altura – por exemplo, se é o momento das empresas pagarem o IVA ou de tu entregares o IRS, vais encontrar alertas por baixo da zona de pesquisa.

Caso queiras aceder a todos os serviços e informações disponíveis no Portal das Finanças, podes navegar por duas formas: no menu superior, por tipo de entidades (cidadão, negócios privados ou empresas públicas); no menu inferior, por tipo de serviço (tributários ou aduaneiros). Tens ainda ligações directas para as notícias recentes relacionadas com as finanças, bem como para informação e documentação de apoio. Se precisares de mais ajuda, os contactos online, telefónicos e presenciais das Finanças estão logo na parte final da página.

O Portal das Finanças foi reformulado além da página inicial, com o motor de busca disponível em todas as partes do site e um novo menu lateral que dá acesso rápido a algumas secções.

Apesar de ao nível de usabilidade e design ainda existirem melhoramentos possíveis, o Portal das Finanças ficou com esta renovação mais fácil de usar e mais acessível.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!