Conhece os QuartoQuarto, vencedores do Termómetro que tocarão no Bons Sons

Uma combinação de voz, guitarra, teclas e bateria que se fez em 2015.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

É já um hábito: a banda vencedora do Festival Termómetro é convidada a integrar o cartaz dos festivais Bons Sons e NOS Alive, bem como a produzir um videoclipe e a gravar 10 horas em estúdio. Desta vez os vencedores foram… os QuartoQuarto, quarteto lisboeta composto pelo João Vidigueira, Luís Lucena, João Abelaira e Diogo Sousa.

Uma combinação de voz, guitarra, teclas e bateria que se fez em 2015 e que, desde então, tem vindo a lançar algumas músicas. “III”, “Estragar A Gosto”, “Miguel” e “Póquer” são as faixas que já podemos encontrar, quer no Bandcamp como no YouTube da banda, e que “mostram que reunir Zeca Afonso e James Blake não é assim tão distante”, como se lê na página do concurso EDP Live Bands, no qual participaram em 2017, sem ganhar.

“Hipnotizada por um rosto feminino destorcido, a música esconde-se atrás de uma expressão sem memória, perdida na mente de uma identidade ingénua. Numa elipse temporal, ela cresce e molda-se entre personagens e paisagens, que ganha vida numa decoração liricamente abstracta de desamor dúbio, envolvida em camadas sonoras de uma simbiose de texturas e dinâmicas metamórficas, refere a mesma nota.

Mas se essa explicação te parece meio abstracta, talvez a apresentação da banda seja mais elucidativa.

Foto de Margarida Alexandre/DR

Bons Sons com datas anunciadas

A 9ª edição do Bons Sons realiza-se de 9 a 12 de Agosto na aldeia de Cem Soldos, no concelho de Tomar. São quatro dias antecedidos de contrações rotineiras que se transformam em suspiros descontraídos a partir do momento em que se fecha a porta do carro, se carrega a mochila às costas, se ouve o encerrar das portas do comboio, se diz até já à rotina, tudo em direção a Cem Soldos.

Os bilhetes para a próxima edição do Bons Sons podem ser comprados nos locais habituais a partir de 1 de Fevereiro. Os passes de 4 dias custar 30 euros até 30 de Abril, sobem para 40 euros até dia 31 de Julho. Na bilheteira do festival, terão um acréscimo de 5 euros. Já os bilhetes diários ficam a 20 euros até final de Julho, mais 2 euros na bilheteira.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!