Uma equipa de Parkour entre as ruínas da guerra na Síria

Chama-se Foxes Team e nasceu na Universidade de Aleppo.

Síria Aleppo Parkour
"#Aleppoparkour #BlackFoxesTeam #jaxi"
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

São muitas as vezes que ouvimos falar de zonas de conflito, mas são poucas aquelas que lemos sobre o que fica depois da guerra passar, para além da imagem vaga que temos do que deve ser o nível de destruição. Não imaginamos jovens a saltar por cimas dos escombros ou a recordar as memórias da sua infância mas são essas imagens que nos chegam de Aleppo.

A Foxes Team é uma equipa de Parkour da cidade síria de Aleppo. Já o era antes da guerra devastar o local e não deixou de o ser mesmo sob o manto de destruição. Este grupo de jovens sírios, agora descobertos pela comunicação social internacional, dá-nos uma imagem de Aleppo que dificilmente recriaríamos com a informação que nos chega nas habituais notícias e reportagens sobre o local.

Num scroll na sua página não se descobrem vestígios do conflito apenas as hashtags #Believe_in_Aleppo#AleppoWillOfLife e fotografias em ambientes em que o contexto civil e militar parece sobrepor-se. Pelo que é possível perceber da tradução de árabe sírio o grupo nasceu no núcleo da Universidade local — os membros que é possível encontrar identificados nas várias fotografias fazem quase todos menção à Universidade de Aleppo.

Em entrevista à AFP, o treinador da equipa, Omar Kosha, conta como treinar sobre os escombros nos locais onde têm memórias e que lhes lembram a infância os faz sentir.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!