Está a chegar a Granta em Língua Portuguesa, uma edição sem fronteiras

O primeiro número tem como tema Fronteiras

 

Depois de 10 edições bianuais da Granta Portugal, a revista literária volta a começar do zero. Nas próximas semanas é lançado o primeiro número da Granta em Língua Portuguesa, uma publicação onde o leitor poderá encontrar textos de autores portugueses e brasileiros. A alteração de definição “Portugal” para “Língua Portuguesa” trará maior riqueza de conteúdos e resultará na publicação nos dois lados do Atlântico. A estratégia da Tinta da China, editora da revista, parece ser muito clara: mais autores, mais leitores, maior sucesso.

Para assinalar a primeira edição, a equipa liderada por Carlos Vaz Marques escolheu o tema “Fronteiras”. A ideia deste número passa por “questionar e esbater estas fronteiras”. Todavia as novidades não se ficam por aqui. Daniel Blaufuks, conceituado artista visual português, assume a direcção de imagem da revista, ficando a seu cargo a gestão de todos os componentes visuais da Granta – es

Nas 224 páginas do número I vai ser possível encontrar textos de José Eduardo Agualusa, Adriana Lisboa, Teresa Veiga, Han Kang, Francisco Bosco, entre outros. A capa ficou a cargo de André Carrilho, ilustrador que já concebeu outras edições na Granta Portugal.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.