A campanha corajosa para apresentar a nova temporada de The Handmaid’s Tale

A 4Creative desenvolveu vários posteres digitais controversos para anunciar a 2ª temporada do The Handmaid's Tale. O regime autoritário, ditador, patriarcal e o teocrático de Gilead está de volta.

Para marcar a estreia da segunda temporada da série baseada no romance de Margaret Atwood, Handmaid’s Tale, a 4Creative, agência criativa do canal Channel 4, lançou uma campanha que simula as severas restrições impostas às mulheres no regime da República de Gilead.

Se não ainda não conheces a série, em resumo: a história passa-se num futuro alternativo em que os Estados Unidos são substituídos pela República de Gilead (curiosamente, ganhou fama no ano em que Trump chegou ao poder) A trama da série é relatada sobretudo na primeira pessoa por uma mulher chamada Offred, uma “criada” – a classe de mulheres mantidas para fins reprodutivos e assim conhecidas pela classe dominante – numa época em que a taxa de natalidade entrou em declínio devido à esterilidade provocada pela poluição e por doenças sexualmente transmissíveis.

Para popularizar ainda mais a série e alertar o público para 2ª temporada, a agência escolheu duas ou três mensagens fortes, como “O único trabalho da mulher é reproduzir” ou “A cidade não é lugar para uma mulher. O lugar de uma mulher é em casa”, que colocou em sítios estratégicos como a estação de Waterloo, em Londres.

Juntamente com os cartazes digitais, a 4Creative também projectou uma capa para o jornal diário Metro proibindo as mulheres de “ler este jornal”.

“Num mundo em que as mulheres estão justamente a exigir igualdade salarial, a combater o assédio e onde a igualdade de género é um tema quente, queríamos surpreender as pessoas e criar indignação temporária com uma campanha polémica para lançar a segunda temporada de The Handmaid’s Tale”, disse Alice Tonge, directora da 4Creative, à revista Creative Review.

A segunda temporada de The Handmaid’s Tale estreou no passado dia 20 de Maio e promete deixar-te completamente viciado.