“Burnout” não é depressão. O que é e como tratar?

Dentro das profissões que mais se destacam por casos de “burnout” estão, por exemplo, enfermeiros, polícias, bombeiros, professores e médicos.