Neste mês de Julho diz não ao plástico

Por onde começar? Deixamos-te umas dicas.

Gem Lauris/Unsplash

Há vários anos que a fundação Plastic Free July tem vindo a aumentar a consciencialização de todos nós para o crescente problema que são os resíduos de plástico.

Ano após ano, em Julho, a organização incentiva à redução drástica do consumo de plástico durante um mês. O objectivo é não só alertar para a utilização muitas vezes inconsciente deste compósito, mas também incentivar que num intervalo de tempo específico possas criar novos hábitos adoptáveis para todo o ano.

It’s finally here! Welcome to Plastic Free July. Today is the day more than 2 million people across 150+ countries…

Publicado por Plastic Free July em Sábado, 30 de Junho de 2018

 

Por onde começar? Deixamos-te umas dicas

  1. Usa uma garrafa ou copo reutilizável. Quer seja a garrafa de água que transportamos sempre connosco ou o copo de café to go ao longo do dia, pensa na diferença que faria se estes não fossem usados apenas uma vez. Não te esqueças também de dizer não às palhinhas.
  2. Tem atenção aos invólucros. Aqui vamos juntar também aqueles saquinhos de plástico que muitas vezes usados para apenas uma peça de fruta ou um único legume. Sacos de pano ou feitos a partir de roupa que já não usas são uma boa alternativa. Ou então, pelo menos, não uses um saco para cada coisa, as cebolas não se chateiam por irem juntas com as maçãs e quem estiver à caixa para os registar, também não (desde que estejam lá todos os devidos autocolantes com o peso de cada coisa; se forem pesados na caixa, melhor ainda!). Se comes carne ou peixe, experimenta levar os teus recipientes e pedir que os usem no talho ou na peixaria, em vez de comprares já embalado.
  3. Reutiliza os sacos das compras. Queres mesmo pagar por um saco novo cada vez que vais ao supermercado?! Não faz sentido e prejudica o ambiente. O plástico demora séculos a decompor-se, certamente que aguentará ser usado mais que uma vez. Os sacos de pano são, outra vez, também uma opção.
  4. Compra a granel. Alguns supermercados Continente e Jumbo têm uma zona onde é possível comprar coisas como sementes, cereais e frutos secos a granel; em lojas como a Maria Granel, em Lisboa, a selecção é bem maior e podes trazer qualquer tipo de recipiente para as tuas compras (a tara é registada no início e descontada na altura do pagamento); na Green Beans, até detergentes há. (A Granel é um directório para lojas que vendem a granel por todo o país.)
  5. Repensa como conservas a comida. O papel de alumínio é melhor que a película aderente para embrulhar alimentos e, melhor ainda, é pôr a comida numa caixinha com tampa (seja ela de metal, vidro ou plástico). Guardanapos de pano ou panos de cozinha também podem ser usados para, por exemplo, embrulhar aquela sandwich para meio da tarde, dispensando o saquinho plástico.