20 anos de Lux Frágil numa exposição para ver e ouvir

Em Paradisaea vamos poder ver e ouvir tanto, e sobretudo sorrir de frente para a história de um dos melhores clubes lisboetas.

Lux Frágil exposição

Os antigos celeiros do Hub Criativo do Beato recebem a partir do dia 12 de Setembro e até 11 de Novembro, a exposição Paradisaea, concebida pelo designer Fernando Brízio. Esta exposição faz uma revisão da comunicação visual e sonora do Lux Frágil, marcando os seus 20 anos.

No dia 29 de Setembro de 1998, o Lux abriu as portas, marcando o início da reconversão da zona do Cais da Pedra a Santa Apolónia, e da nova zona Oriental de Lisboa que ali tem o seu início. Paradisaea faz parte das comemorações dos 20 anos da Expo 98, e é organizada em co-produção com a EGEAC e as galerias municipais.

O Lux Frágil em 2018 (foto de Luísa Ferreira/DR)

Paradisaea revisita o trabalho dos designers, artistas e criadores, que, em diferentes elementos e suportes – convites, flyers, cartazes, websites, fotografias, desenhos, vídeos, podcasts, mobiliário, objectos, esculturas, peças de vestuário, maquetas, adereços, música, textos – fizeram as muitas dimensões do Lux. E tudo isto é feito através de três instalações que organizam e reinterpretam o imenso material que fez a identidade do Lux Frágil nos últimos 20 anos.

A primeira instalação pensa o projecto do Lux na perspectiva da Lisboa moderna, no espaço e suas constantes mutações (sob orientação de Manuel Reis) e na identidade visual. A segunda pensa o uso do vídeo como espaço de experimentação por excelência. E a terceira dá o combustível – a música, pensa o Lux como espaço performativo e mostra os objectos, muitos deles icónicos, que andaram por entre o público e foram usados ao longos dos anos.

Esta exposição começou a ser imaginada no início de 2017 – era necessário organizar o vasto e visionário trabalho criativo de muitas pessoas que, nestes primeiros 20 anos, fizeram o Lux Frágil acontecer em Lisboa, semana após semana desde 1998. Foi por isso que Manuel Reis convidou Fernando Brízio, alguém com um trabalho ímpar, que já colaborou com a discoteca noutros momentos, como por exemplo em 2004 com a colecção de objectos Absolux (tabuleiros e mesas).

Paradisaea inaugura dia 12 de Setembro no Hub Criativo do Beato, localizado na Rua da Manutenção, em Lisboa. Estará aberta das 14 às 19 horas entre segunda e quinta, na sexta fecha às 21 horas; no sábado e domingo abre às 12 horas, fechado às 21 no sábado e às 19 no domingo.