10+ mulheres que falam de tecnologia no YouTube

Tecnologia para todos os gostos... com um toque feminino. Para variar um bocado.

Unbox Therapy, MKBHD, Dave Lee, Jonathan Morrison, Linus Tech Tips… No YouTube, a tecnologia é maioritariamente comentada por homens. Mesmo nos canais associados a publicações, como o Engadget ou o The Verge, a diversidade de género é muito baixa nesta área. O “fenómeno” não é estranho – a tecnologia ainda é uma indústria maioritariamente masculina, algo que é especialmente visível em conferências e outros tipos de eventos da área.

Contudo, no mesmo YouTube onde vemos homens a falar de tecnologia, conseguimos encontrar também mulheres a fazê-lo. A iJustine, por exemplo, juntou-se à plataforma de vídeos em 2006 e desde então acumulou mais de 5,1 milhões de subscrições no seu canal e perto de 900 milhões de visualizações. Já NothingButTech88 é mais nova, tanto no YouTube como na vida real – tem apenas 16 anos e, desde 2015, fala de tecnologia para perto de 90 mil subscritores, alguns deles ganhos depois de ter aparecido num vídeo ao lado de Casey Neistat.

Apresentamos-te mais de 10 mulheres que são youtubers de tecnologia – incluindo a iJustine e a NothingButTech88 – para o caso de quereres diversificar a tua lista de canais e descobrir novas perspectivas. Na lista, temos desde canais onde se fazem unboxings e se mostram os últimos gadgets, a conteúdos que te ensinam a programar ou a criar novos objectivos, através de hacks que parecem complicados mas são simples.

Uma lista de mulheres portuguesas para acabar com as conferências só de homens

iJustine

Se calhar ninguém desta lista conhece os cantos à casa como Justine Ezarik. Abriu o seu canal de YouTube em 2006 e nele começou a partilhar pequenas comédias que fazia. A tecnologia estava presente mas não era o foco do conteúdo; só passou a sê-lo anos mais tarde. Hoje, cerca de 5 milhões de subscritores e de 900 milhões de visualizações depois, iJustine experimenta o novo Call Of Duty, tira o Surface Go da caixa, mostra o que tem no seu Apple Watch e vai a eventos de tecnologia. Tecnologia e videojogos não são as únicas paixões da iJustine, pelo que no canal encontras também experiências de culinária, vlogs e outros conteúdos que estendem a temática do canal. “iJustine acumulou muitos seguidores ao longo da última década, como um dos famosos rostos femininos originais do YouTube em tecnologia”, lê-se na descrição do seu canal.

Curiousjoi

Para a Curiousjoi, a tecnologia tem um significado mais vasto. É sobretudo videojogos e é também cultura pop, como filmes, banda desenhada e séries. O canal tem mais de 13 mil subscritores e reúne mais de 281 mil visualizações. A aventura no YouTube, essa, começou em 2011.

Krystal Lora

Publicou o primeiro vídeo no final do ano passado – um unboxing do iPhone X. Desde então, Krystal Lora tem acompanhado alguns dos principais lançamentos de smartphones, num canal que ainda está a dar a crescer, mas que já reúne mais de 110 mil subscritores e 4 milhões de visualizações.

Sara Dietschy

Sara Dietschy diz que adora a tecnologia que usa e é essa paixão que a leva a fazer vídeos para o seu canal. Fala sobre telemóveis, acessórios para os mesmos, câmaras fotográficas, skates eléctricos, computadores portáteis, e muito mais. O canal dela não é só sobre tecnologia – é sobre ela e a tecnologia faz parte dela. Assim, além de vídeos sobe gadgets, Sara publica vlogs, actualizações sobre a sua vida pessoal, dá dicas profissionais (como a importância de ter um portefólio online), etc. Tem cerca de 360 mil assinantes e mais de 34 milhões de visualizações; publicou o primeiro vídeo em 2011.

Jenna Ezarik

Tal como a amiga iJustice, Jenna Ezarik tem a tecnologia como uma das suas paixões. O seu canal, que é seguido por mais de 850 mil subscritores e já captou perto de 120 milhões de visualizações, junta à tecnologia outras paixões como viagens, videojogos e culinária.

Blondie Bytes

A quebrar o infeliz estereótipo da “loira burra” existe o canal Blondie Bytes. Esta youtuber é loira – sim, adivinhaste – e chama-se Kathryn Hodge. Praticamente todas as semanas lança um vídeo novo, mas o seu conteúdo não é sobre a tecnologia dos gadgets – é sobre a tecnologia igualmente excitante do código. A Blondie Bytes manda uns “bitaites” sobre HTML e CSS, mas também te é capaz de ensinar a programar um chatbot. São tutorais disponíveis à borla no YouTube. Mais de 18 mil assinantes e de 1,6 milhões de visualizações.

TechMe0ut

TechMe0ut (sim, aquilo ali é um zero e não um “o”) é uma youtuber de tecnologia no sentido completo da expressão. Faz unboxings, analisa equipamentos, fala das últimas novidades, mostra as melhores apps, dá dicas sobre jailbreak, etc. A TechMe0ut estreou-se no YouTube em 2012 e desde então já captou para cima de 150 mil subscritores e de 14 milhões de visualizações.

Coding Blonde

Voltamos ao código e às loiras. Coding Blonde é outro canal que se propõe a quebrar o estereótipo que anteriormente mencionávamos. Coding Blonde é uma miúda russa chamada Masha e que já trabalhou na Google, mas não naquilo que a apaixona: programação. Diz que quer tornar a tecnologia mais acessível e menos intimidatória, pelo que o seu canal de YouTube é todo em redor de ensinar HTML, falar sobre blockchain, explicar como se desenham interfaces digitais e porquê o Python. Vale a pena espreitar e juntares-te aos 12 mil subscritores.

Erica Griffin

Chama-se Erica Griffin, mas no YouTube tratam-na por The Technology Nerd. Experimenta telemóveis, computadores, tablets e outros gadgets para ajudar a sua audiência de mais de 800 mil subscritores a escolher o melhor produto na hora da compra. Apresenta o que acha de cada equipamento e faz comparações, tudo para que a tua decisão possa ser o mais informada possível. Os seus vídeos já foram vistos 130 milhões de vezes.

Estefannie Explains It All

“Faço coisas na minha cozinha e coloco-as no YouTube. Às vezes faço tutoriais de engenharia informática.” A descrição do seu canal de YouTube quase que explica aquilo a que Estefannie vem. Estefannie Explains It All é nome do canal onde se propõe a mostrar aquilo a que faz. Fabricação digital para quem gosta do assunto e culinária à mistura – são já mais de 14 mil seguidores e 330 mil visualizações neste canal… delicioso.

NothingButTech88

Tem 16 anos e é com essa perspectiva – jovem e também feminina – que olha e nos faz olhar para o mundo da tecnologia. Jacklyn Dallas ou NothingButTech88, como se chama no YouTube, estreou-se na plataforma em 2015 mas foi a exposição que ganhou recentemente com Casey Neistat (foram juntos ao evento de lançamento do Note 9) que a fez passar os 80 mil subscritores. “Tento trazer uma perspectiva feminina única à esfera tecnológica”, escreve Jacklyn na descrição do seu canal. Faz análises de equipamentos, apresenta as mais recentes novidades, compara câmaras e partilha dicas, por exemplo, sobre como editar fotos no telemóvel.

Uma lista de mulheres portuguesas para acabar com as conferências só de homens