Huawei ofereceu power banks a quem esperava na fila do novo iPhone

Na Singapura, a Huawei distribuiu power banks entre os fãs da Apple. Em Londres, ofereceu sumos "sem resquícios de maçã".

Os anos passam, mas as filas em frente das lojas Apple à espera do novo iPhone nem por isso. Os iPhones XS e XS Max, assim como o Apple Watch Series 4, foram lançados oficialmente esta sexta-feira em várias partes do mundo e, mantendo a tradição, milhares aguardaram-no à porta. E quem também não perdeu esse lançamento foi a fabricante chinesa Huawei.

Na Singapura, a Huawei distribuiu power banks entre os fãs da Apple. Em Londres, ofereceu sumos “sem resquícios de maçã”. Duas acções de marketing por parte daquela que é, desde o último trimestre – e depois de sete anos de Samsung e Apple no pódio –, a segunda maior fabricante de smartphones a nível mundial (a sul-coreana Samsung mantém o seu primeiro lugar e a norte-americana Apple ocupa agora a terceira posição).

De acordo com duas publicações locais, a Tech360.tv e a Mothership, a distribuição de 200 power banks de 10 000 mAh (que dão 3-4 cargas completas a um iPhone XS ou X Max) decorreu apenas à porta da loja Apple de Singapura. A Huawei ofereceu o dispositivo a quem esperava na fila pelo novo telemóvel da maçã na noite de 20 para 21 de Setembro, poucas horas antes da Apple localizada na Orchard Road abrir ao público. Aqui está um power bank. Vai precisar dele. Cortesia da Huawei”, podia ler-se na caixa que dezenas de pessoas terão recebido durante aquela acção.

Fotos via Tech360.tv

Já em Londres os presentes foram outros. A equipa londrina da Huawei decidiu oferecer sumos “que duram” e “sem resquícios de maçã”, conforme indicavam as mensagens nos veículos que estacionaram à frente das localizações da Apple na capital britânica. As carrinhas disponibilizavam ainda tomadas para que os fãs da Apple pudessem recarregar os seus equipamentos. No Twitter, a conta oficial @HuaweiMobileUK partilhou algumas fotos e vídeos da acção.

Fotos via Huawei Mobile UK/Twitter

No dia 16 de Outubro, a Huawei vai revelar em Londres o sucessor do Mate 10, o smartphone da tecnológica chinesa que compete directamente com a linha Note da Samsung ou os modelos Plus/Max da Apple. A “colecção” Huawei Mate 20 deverá ser composta por três modelos diferentes: o “normal”, o Pro e o Lite. Os dois primeiros serão anunciados só no dia anteriormente referido; o terceiro já foi lançado, estando disponível em Portugal.