O site onde podes experimentar tipos de letra… de última geração

É no cruzamento entre pesquisa e desenvolvimento de tipografias e o avanço das tecnologias de armazenamento, compressão e visualização online que surgiram as Variable Fonts.

Quase todos os designers gráficos partilham aquilo que aos olhos do comum mortal é uma estranha adoração por tipos de letra ou, em linguagem corrente da área, fontes. Do designer mais focado no print ao mais geek da programação, o interesse pelas letras costuma ser transversal – não fossem as letras também elas transversais a qualquer suporte.

Mais do que o simples desenho da letra (que é, sem dúvida, o mais importante), existem dezenas de outros pormenores técnicos que tornam esse objecto digital especialmente interessante. A forma como se podem programar os comportamentos de cada pixel nos ângulos mais difíceis ou como se podem criar variações de uma só estrutura base são alguns dos exemplos que a tecnologia vai permitindo afinar cada vez mais.

É neste cruzamento entre pesquisa e desenvolvimento de tipografias e o avanço das tecnologias de armazenamento, compressão e visualização online que surgiram as Variable Fonts (ou Fontes Variáveis). Basicamente e para que seja fácil de entender, as Variable Fonts são o cruzamento entre um tipo de letra e um sistema, resultando num tipo de letra que é simultaneamente um sistema que podes modificar.

Exemplo do site v-fonts.com

Foi para demonstrar este conceito e permitir alguma experimentação com este tipo de fontes que Wenting Zhang criou o Font Playground, inspirado pelo projecto v-fonts.com de Nick Sherman, o axis-praxis.org de Laurence Penney e o artigo de Andrew Johnson sobre as fontes variáveis.

A interface do Font Playground permite-te explorar a principal valência deste tipo de fontes. O termo “Variável” não é aleatório como podes calcular; estas fontes podem ser personalizadas dentro de alguns parâmetros previamente definidos. Assim, uma Fonte Variável pode ter uma grossura variável que se pode definir sob a forma de código; se não consegues perceber o propósito, imagina aplicações em que o tamanho da fonte ou a sua cor variam para respeitar os suportes em que cada utilizador decide utilizá-las.

No Font Playground podes ter acesso à parte gráfica e ao esqueleto de código deste tipo de fontes que funciona no sistema OpenType e chegou a público há cerca de 2 anos.