Porto vai discutir o futuro com intelectuais e artistas durante uma semana

Entre os oradores está a participação de Luca Guadagnino, realizador de Call Me by Your Name (2017).

Organizado desde 2014 pela Câmara Municipal do Porto, o Fórum do Futuro vai regressar ao Rivoli durante uma semana. De 4 a 10 de Novembro, a cidade Invicta irá receber um novo conjunto de palestras e performances que desafia pensadores de diferentes disciplinas e origens a reflectir sobre questões prementes para as sociedades de hoje.

A Antiguidade, entendida como uma temporalidade recorrente, a partir da qual a estética e a prática ética ressurgem em diferentes períodos da História, envolve múltiplos territórios, culturas, classes, histórias e corpos. Nesta edição de 2018, o Fórum do Futuro promete regressar a este conceito para perceber como esta se manifesta na cultura contemporânea, propondo compor um espaço público de encontro, troca e negociação (de identidades, práticas e linguagens) e simultaneamente questionar o sentido das Ágoras dos nossos dias.

Terá o estudo cíclico da Antiguidade definido um modelo insubstituível de desenvolvimento histórico-cultural? Poderemos falar de antiguidades globais, cujo conhecimento científico, legal e filosófico permanece em desacordo com o cânone clássico? Por que motivo não consegue a humanidade libertar-se do mito para explicar e compreender o mundo?

De 4 a 10 de Novembro, o Fórum do Futuro quer abordar estes temas, atento ao modo como a organização rítmica do tempo dá origem à transformação dos cânones de produção do saber na arte, ciência e cultura. Partindo de várias contribuições nos campos da literatura, política, arquitectura, astronomia, filosofia e artes visuais, o Fórum deste ano irá examinar o alcance desta temporalidade, questionando-a nas suas dimensões sociais, económicas e culturais.

O programa, que podes ver na íntegra em baixo e também aqui, terá logo no primeiro dia a participação de Luca Guadagnino, realizador de Call Me by Your Name (2017), e de Nadya Tolokonnikova, membro das Pussy Riot. 

Programa

Domingo, 4 de Novembro

  • 16h00 – “Activismo Artístico na Grécia Antiga” – com Ali Cherri, Guan Xiao e Nadya Tolokonnikova (Pussy Riot); moderação de André E. Teosódio – Grande Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – “A Estética do Desejo” – com Luca Guadagnino; moderação de André E. Teodósio – Grande Auditório do Rivoli;
  • 21h30 – In the mood for Frankie, performance de Trajal Harrell – Ateneu Comercial do Porto.

Segunda, 5 de Novembro

  • 17h00 – “Transliterative Tease” – com Slavs And Tatars; moderação de Eduarda Neves – Pequeno Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – “O Império da Dívida” – com Maurizio Lazzarato; moderação de Pedro Levi Bismarck – Grande Auditório do Rivoli;
  • 21h30 – “A Pluralidade de Mundos no Cosmos: Um Sonho Clássico, uma Realidade Moderna” – com Michel Mayor; moderação de Pedro Levi Bismarck – Grande Auditório do Rivoli.

Terça, 6 de Novembro

  • 13h00 – Almoço-Palestra “Deuses a Cores” – com Vinzenz Brinkmann; moderação de Natacha Antão – Mala Voadora;
  • 17h00 – “Da Possibilidade do Diálogo” – com Art & Language; moderação de Carles Guerra – Pequeno Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – Antigone Jr. ++, performance de Trajal Harrell – Sala de Ensaios do Rivoli;
  • 19h00 – “Teatro Pós-dramático” – com Hans-Thies Lehmann; moderação de Tiago Bartolomeu Costa – Auditório do Palácio do Bolhão;
  • 21h30 – “Elogio da Beleza Atlética” – com Hans Ulrich Gumbrecht, Jörg Scheller e Martha Kirszenbaum; moderação de Martha Kirszenbaum – Grande Auditório do Rivoli.

Quarta, 7 de Novembro

  • 12h30 às 15h30 – Parthenon Marbles, performance contínua de Alexandra Pirici – Pátio das Nações do Palácio da Bolsa;
  • 17h00 – “Nova Arena Pública / Novo Espaço Público” – com Toyo Ito; moderação de Marta Pedro – Grande Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – “The Loudest Muttering is Over: Em Direcção a uma História da Arte no Mundo Árabe” – com Walid Raad; moderação de Delfim Sardo – Grande Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – “O Resto Devem Conhecer do Cinema” – com Martin Crimp; moderação de Maria Sequeira Mendes – Teatro Carlos Alberto;
  • 21h30 – “Platão e as Definições de Amor” – com Marina Warner e Beatriz Colomina; moderação de Shumon Basar – Grande Auditório do Rivoli.

Quinta, 8 de Novembro

  • 12h30 às 15h30 – Parthenon Marbles, performance contínua de Alexandra Pirici – Pátio das Nações do Palácio da Bolsa;
  • 17h00 – “The Thong of Dyonisus e Outras Histórias” – com Mary Reid Kelley e Patrick Kelley; moderação de Maria José Goulão – Pequeno Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – “Transmissão” – com Christian Boltanski; moderação de Ricardo Nicolau – Museu de Serralves;
  • 21h30 – “Mitos na Minha Obra” – com Margaret Atwood; moderação de Gareth Evans – Grande Auditório do Rivoli.

Sexta, 9 de Novembro

  • 12h30 às 15h30 – Parthenon Marbles, performance contínua de Alexandra Pirici – Pátio das Nações do Palácio da Bolsa;
  • 17h00 – “Afrogalactica III: Deep Space Scrolls” – com Kapwani Kiwanga – Pequeno Auditório do Rivoli;
  • 19h00 – What is Democracy?, documentário de Astra Taylor – Cinema Trindade;
  • 21h30 – “Revolta em Tempos Tecnopatriarcais” – com Paul B. Preciado; moderação de Nuno Crespo – Grande Auditório do Rivoli;
  • 23h30 – As Metamorfoses de Ovídio, performance de Mala Voadora – Mala Voadora.

Sábado, 10 de Novembro

  • 16h00 – “Mito e Música” – com Harrison Birtwistle e Charlotte Higgins; moderação de Gillian Moore – Casa da Música;
  • 17h00 – “Sobre Simpatia, ou a (Antiga) História da Natureza” – com Brooke Holmes; moderação de Isabel Lewis – Pequeno Auditório do Rivoli;
  • 21h30 – Encerramento: “Histórias e Futuros / Poder e Alteridade” com Eva Franch; filme David, de Guan Xiao; “Reflexões sobre a Ásia na Era Pós-Ocidental”, com Pankaj Mishra – moderação de Nick Axel e Gareth Evans;
  • 23h30 – Concerto com Candeleros – Café Rivoli.