A família Surface cresceu e conta com um novo elemento

Surface Pro 6, Surface Laptop 2, Surface Studio 2 e Surface Headphones contam-se entre as novidades apresentadas pela Microsoft.

Panos Panay na apresentação das novidades do Surface (foto via Microsoft)

Foi esta terça-feira em Nova Iorque que a Microsoft apresentou as suas novidades em hardware, num evento que contou com a sobriedade de Panos Panay. A linha Surface conta agora com três actualizações a produtos já lançados e um novo membro na família – os Surface Headphones, uns elegantes auscultadores sem fios e com cancelamento de ruído.

Chegou o Surface Pro 6

O Surface Pro já vai na sua 6ª geração, que chega um ano e meio depois da última actualização. O híbrido da Microsoft, que tanto pode ser utilizado como um computador, como em modo tablet, tem agora uma nova cor: matte black. No interior do Surface Pro 6 estão os mais recentes processadores de quatro núcleos da Intel (8ª geração) e uma melhor bateria. A Microsoft promete que o Surface Pro 6 seja 67% mais rápido que o seu antecessor e com uma autonomia de 13,5 horas.

De resto, o equipamento é idêntico ao Surface Pro 5. Tem o mesmo ecrã de 12,3 polegadas, os mesmos 16 GB de RAM, o mesmo peso e as mesmas portas. Ou seja, não existem qualquer entrada USB-C. O preço do Surface Pro 6 começa nos 899 dólares.

Surface Laptop já tem sucessor

Um Surface nunca vem só e a Microsoft revelou também o Surface Laptop 2. A nova geração tem o mesmo ecrã de 13,5 polegadas e o elegante teclado em tecido Alcantara. Foi actualizado ao nível do processamento, recebendo a 8ª geração dos processadores da Intel, e uma bateria que promete as mesmas 14,5 horas de autonomia.

A memória RAM foi aumentada de 4 para 8 GB na configuração base, resolvendo-se um dos pontos fracos do anterior modelo. A Microsoft diz que o Surface Laptop 2 é 85% mais rápido. Continua a não existir USB-C (apenas uma porta USB 3.0 e outra Mini DisplayPort), e o armazenamento interno em SSD disponível varia entre 128 GB e 1 TB, dependendo da configuração. O preço começa nos 999 dólares.

Eis o Surface Studio 2

A alternativa da Microsoft ao iMac foi apresentada em 2016 e, dois anos depois, tem um sucessor. O Surface Studio 2 é o novo “tudo em 1” com um ecrã de 28 polegadas e melhor performance gráfica, assegura a Microsoft. O computador mantém o aspecto da primeira geração, podendo o ecrã variar entre uma posição mais vertical e outra quase horizontal.

O Surface Studio 2 é feito a pensar sobretudo nos criadores (designers, arquitectos, artistas, etc), sendo compatível não só com uma nova versão do Surface Dial. Além disso, tem Xbox Wireless integrado, permitindo ligar dispositivos da consola Xbox. O preço começa nos 3499 dólares.

Surface Headphones

Os Surface Headphones são a nova adição à família de hardware da Microsoft. Tratam-se de uns auscultadores sem fios e que se conectam por Bluetooth. Têm cancelamento de ruído para melhor conforto, autonomia para 15 horas (carregam-se por USB-C em duas horas) e trazem incorporada a Cortana, a assistente pessoal da Microsoft, permitindo consultar rapidamente o calendário ou fazer uma chamada.

Disponíveis unicamente em cinzento claro, os Surface Headphones conseguem detectar quando os tiramos dos ouvidos e automaticamente o áudio pára. Vão custar 349 dólares, um preço em linha com os auscultadores da Sony e da Beats que também apresentam semelhantes funcionalidades. O nível de ruído e o volume do áudio podem ser ajustados em cada um dos auscultadores, através de uma roda giratória.

Os Surface Headphones vão chegar ao mercado até ao final do ano.

Algumas novidades no software

O evento pode ter sido dedicado ao hardware mas para que serve este sem software. Desde o lançamento do Windows 10, a Microsoft tem lançado actualizações de suporte e segurança, e também novas funcionalidades. No fundo, a Microsoft passou a entender o Windows como algo contínuo em vez de lançar actualizações anuais. A actualização Windows 10 October vai permitir, através da aplicação Your Phone para iOS e Android, visualizar num computador ou noutro equipamento Windows o ecrã do nosso telemóvel. No smartphone, com a app da Microsoft escolhemos uma aplicação para usar no computador e podemos inclusive arrastar ficheiros de um lado para o outro.

Já no que toca ao Android, a Microsoft anunciou uma actualização ao seu Microsoft Launcher, que, para quem usa Windows, pode ser uma boa forma de interligar o seu computador e telemóvel. Com o Microsoft Launcher, podemos agora continuar no smartphone Android aquilo que estávamos a fazer no PC, graças à integração da ferramenta Timeline. A Timeline é uma das três partes do Microsoft Launcher, que inclui também o Glance, onde podemos encontrar rapidamente a meteorologia e os eventos do calendário, e o News, um separador que podemos personalizar com os tópicos que mais nos interessam. O novo Microsoft Launcher (versão 5.0) pode também ajudar a traduzir conversas no WhatsApp em tempo real e vai estar disponível para já em beta e nas próximas semanas chegará a versão final. Quanto aos utilizadores do iOS, não se sabe se terão acesso à funcionalidade Timeline do Windows por outra forma.