O que podes ler na 22ª edição do Jornal Mapa?

Edição custa 1 euro e está à venda de norte a sul do país. Pode também ser encontrado para consulta livre em diversas bibliotecas nacionais.

Crescimento económico: Para quem? Para onde? O Jornal Mapa questiona o actual modelo de desenvolvimento, num mundo de desigualdades e a atingir os seus limites físicos.

A escala local é global: relatos da oposição popular às dragagens do Sado em Setúbal, da história do porto espacial de lançamento de foguetões imposto à população dividida da ilha de Santa Maria e do questionamento que se impõe ao novo aeroporto do Montijo. Lutas que se cruzam nos testemunhos de uma Rede de Decrescimento que emerge na Galiza e em Portugal.

Uma dinâmica que se prolonga noutras alternativas narradas neste número do Jornal Mapa, da rede de grupos de consumo agro-ecológico ao cooperativismo aberto da criptomoeda faircoin ou à vivência no Moinho, ali algures entre o campo e a cidade. E porque os tempos trazem ventos sinistros, olhamos para o Brasil, essa crónica de um desastre anunciado, e para a continuada militarização das favelas e ameaça aos povos indígenas.

Do lado de cá do Atlântico, a crónica que não poderia faltar para, a partir da França, olhar para os coletes e para os bons e os maus vírus da febre amarela. Numa Europa que ergue cada vez mais muros contra migrantes, em centros de detenção na Bélgica ou na repressão paga às portas do continente, em Marrocos.

E mais podes ler nestas 48 páginas: a memória dos vagabundos do Maio de 68, o subúrbio sem paisagem idealizada ao som de Estraca, os bravos Sentinelenses, o poema solar, a condição dos trabalhadores da ciência, o transhumanismo, o imperdível Mapa Borrado. E uma entrevista a Carlos Taibo, autor, entre outros livros, de Colapso, uma lúcida análise das possíveis consequências do esgotamento dos combustíveis fósseis e dos caminhos que a actual sociedade tomará, cuja tradução e edição para português está a ver a luz do dia, numa colaboração entre o Jornal Mapa e a editora Letra Livre.

À venda no Shifter

A 22ª edição do Jornal Mapa custa, como as outras, 1 euro e está disponível em vários pontos de distribuição de norte a sul do país, ou através de assinatura. Em Lisboa, o Mapa pode ser encontrado para consulta na biblioteca do Palácio Baldaya, em Benfica, e para venda nesse mesmo espaço, em parceria com o Shifter – podes enviar um e-mail para comunidade@shifter.pt para mais informações.