Jasmin: um software de facturação gratuito para a tua start-up fazer dinheiro

Além de te ajudar a responder a todas as obrigações fiscais, este software pode ajudar a diminuir a taxa de insucesso que tanto caracteriza a área do empreendedorismo.

Tens uma ideia, uma ideia daquelas mesmo disruptivas ou algo que achas que resultar num bom negócio. Começas a concretizá-la – sozinho ou com alguém que também acredita no mesmo que tu. A certa altura o teu/vosso projecto começa a resultar e a fazer dinheiro e… aí as coisas ficam sérias: precisas de organizar a contabilidade da empresa (que entretanto terás de criar) e de passar facturas aos teus primeiros clientes. Mas como?

Quanto à contabilidade, o Estado exige que tenhas um técnico oficial de contas: se tiveres um amigo ou familiar disposto a prestar-te esse serviço a custo zero, melhor ainda. Caso contrário, poderá custar-te entre os 100 e 150 euros/mês. E quanto às facturas vais precisar de um software; existem várias opções, mas tradicionalmente pagas. O Jasmin é uma excepção. É um software de facturação que promete ajudar empreendedores e start-ups no primeiro ano – ou até facturares 30 mil euros (depois disso podes continuar a usar o Jasmin por cerca de 10 euros por mês).

Sabemos que no início de uma empresa todos os cêntimos contam; queres que ela seja sustentável, mantendo os custos no mínimo. E é por isso que começamos pelo preço. Com o Jasmin podes adicionar os teus clientes e passar as facturas de que necessitas, fazer orçamentos, organizar o inventário e controlar os fluxos do stock, gerir encomendas a fornecedores… Ou seja, vais encontrar no Jasmin tudo aquilo de que podes precisar para responder às tuas obrigações fiscais.

Contudo, mais que um software para manteres a contabilidade da tua empresa organizada, o Jasmin apresenta-se como um auxiliar na gestão do teu negócio, dotando empreendedores de um conjunto de ferramentas de simples utilização que podem ajudar a diminuir a taxa de insucesso que tanto caracteriza esta área. Estas ferramentas recorrem à inteligência artificial, mostrando que esta tecnologia não serve só para organizar um feed numa rede social ou captar melhores fotos com um smartphone. No caso do Jasmin, a inteligência artificial existe para interpretar de forma automatizada a informação que o software tem sobre a tua empresa, dando-te gráficos e dicas que te podem auxiliar na tomada de decisões.

Por outras palavras, o Jasmin vai fazendo um check-up contínuo à saúde financeira do negócio, analisando dados como as encomendas pendentes, os resultados de vendas, as quantidades em stock ou os valores por liquidar, e calcula com base nisso a rentabilidade do teu negócio, dizendo se estás num bom caminho e ajudando-te a tomar decisões acertadas. Podes, assim, saber que resultados financeiros vais obter ao final do mês e acompanhar sempre a margem de lucro. A Jasmin diz ter cerca de 30 mil transacções mensais no conjunto dos seus clientes, permitindo com essa quantidade gigante de dados ir aperfeiçoando, através da aprendizagem automática, os seus algoritmos e construir novos modelos.

O Jasmin está disponível através do browser – é uma webapp que podes aceder em qualquer altura e lugar, desde que tenhas uma ligação à net. Podes conhecer melhor o Jasmin e criar uma conta aqui.

(conteúdo patrocinado por Jasmin)