As 5 start-ups “mais quentes” de Portugal segundo o The Next Web

As cinco start-ups portuguesas irão juntar-se a cinco seleccionadas de outros países num encontro à margem da TNW Conference

Foto via Landing.jobs/DR

Por vezes, um olhar externo ajuda-nos a perceber o que de melhor temos cá dentro, aquilo que devemos valorizar – talvez, ou não, porque a nossa comunicação social falha nesse papel. O The Next Web, uma publicação holandesa atenta às actuais e futuras tendências tecnológicas, listou aquelas que para si são as 5 start-ups “mais quentes” de Portugal – 5 que em Maio vão poder encontrar-se em Amesterdão com outros negócios em crescimento na Europa.

A Huub, a Zaask, a Landing.jobs, a Unbabel e a YouClap são as chamadas “Tech5” portuguesas. Cinco “scale-ups” (são start-ups já maduras que estão focadas na sua fase de crescimento) que o The Next Web identificou como as mais proeminentes na área tecnológica, tendo em conta critérios como a sua performance, o crescimento e o potencial do negócio.

Estas cinco start-ups portuguesas irão juntar-se às cinco seleccionadas de cada país num encontro à margem da TNW Conference, que vai decorrer nos dias 9 e 10 de Maio deste ano em Amesterdão (uma conferência que nós, no Shifter, fomos conhecer em 2016).

Para elaborar as listas em cada país, o The Next Web conta com a ajuda de um consórcio composto por uma centena de investidores, influenciadores, empreendedores e especialistas espalhados pela Europa. As listas “Tech5” vão incluir start-ups europeias mas também de Israel. No artigo sobre Portugal, o The Next Web destaca o espírito empreendedor que proliferou no país apesar da recessão económica sentida, e também os incentivos atribuídos pelo Governo.

O que escreve o The Next Web sobre cada uma das start-ups? Podes ler aqui.