O outro lado de “À Vontade”, muito mais que um videoclipe

Com uma linguagem muito próxima da do cinema, cores e texturas realistas e simples, o vídeo para "À Vontade " afirma-se-se como uma interpretação visual da música, mais do que o simples videoclipe.

Fotografia de cena por André Costa Santos/DR

No princípio era a MTV ou o Sol Música, e os videoclipes que serviam para fazer as músicas terem espaço na televisão; depois esse espaço foi-se perdendo e os clips tiveram de se reinventar. Actualmente, com o advento e a popularidade do YouTube e a facilidade com que se partilha vídeo online, a sua importância voltou a fazer-se notar. A efervescência desta área de criação tem permitido a absorção de novas linguagens.

O realizador-tipo de videoclipe foi deixando de existir e o formato passou a ser uma espécie de plataforma para mostrar skill. Temos casos em que é o próprio artista a sentar-se na cadeira do director e temos outros onde artistas de vídeo são convidados a mostrar os seus skills, fazendo da música uma autêntica banda sonora.

É de um destes casos do último grupo que te falamos hoje. “À Vontade”, de Profjam, foi a banda sonora escolhida para o mais recente trabalho do realizador da produtora Fim, André Santos; o vídeo de seis minutos é apresentado como videoclipe do single de Profjam, mas é muito mais que isso, valendo por si só pela sua qualidade cinematográfica.

Com uma linguagem muito próxima da do cinema, cores e texturas realistas e simples, o vídeo para “À Vontade ” afirma-se-se como uma interpretação visual da música, mais do que o simples videoclipe. Profjam e Fínix MG, os dois rappers participantes na faixa, são os protagonistas mas em cena vêem-se uma série de outros personagens que ajudam a compor a história. A narrativa é contada através do movimento da câmara em planos propositadamente longos como o primeiro, que tem três minutos.

André Santos já tinha merecido destaque no Shifter por outros trabalhos e aproveita assim a boleia do single de Profjam para mostrar mais uma vez a sua apetência para a criação de conteúdo rico e original. Em conversa connosco, revelou a sua surpresa pelo feedback que tem recebido ao vídeo, uma vez que durante todo o processo foi temendo pela reacção do público face a um vídeo de hip hop de 6 minutos em que a acção e a energia dão lugar à contemplação e aos conceitos.

A rodear Profjam no centro da cena, encontramos algumas composições – umas com actores reais, outras com manequins e bonecos – que completam a história, acrescentado-lhe pontos de interesse e novas possibilidades de leitura.

Apesar da assinatura única de André Santos como realizador do videoclipe, o filmmaker fez questão de no seu Instagram sublinhar a importância das participações e de todos os que fizeram parte da grande equipa montada para a rodagem – no total, mais de duas dezenas de pessoas, um esforço de produção que mostra bem como ambos os artistas, o músico e o vídeografo, têm crescido e se têm profissionalizado. Numa troca de mensagens com o Shifter o realizador fez questão de reforçar a importância de Mariana Machado na idealização e concepção do vídeo, algo que, no seu entender, merece tanto destaque como o seu próprio trabalho de realização.

De resto, toda a rodagem foi acompanhada pela equipa da Midnight Madness, que registou em vídeo e fotografias os bastidores da produção.

“À Vontade” é o primeiro  single com videoclipe lançado por ProfJam depois do lançamento do seu novo disco, #FFFFFF, a propósito do qual o entrevistámos. Uma conversa que podes ler aqui.