Agora podes visitar a Assembleia da República a partir de casa

Projecto foi lançado esta quarta-feira.

 

A ‘casa da Democracia portuguesa’ pode ser agora visitada por qualquer pessoa a qualquer hora e sem grandes restricções. O Palácio de São Bento é, desde 1976, a sede da Assembleia da República e pode agora ser visitado virtualmente através do browser do teu computador.

Esta visita virtual, lançada esta quarta-feira, 17 de Julho, permite percorrer praticamente todos os espaços interiores e envolventes do Palácio de São Bento. Além dos espaços mais emblemáticos do Parlamento, como a Sala das Sessões ou os Passos Perdidos, é também possível entrar em espaços de trabalho habitualmente vedados ao público como o Gabinete do Presidente da Assembleia da República, a Sala de Visitas da Presidência, as Salas Lisboa e Acácio Lino, bem como as claraboias do Hemiciclo e do Senado, e a cobertura da Escadaria Nobre.

De acordo com o comunicado da Assembleia da República, “este projecto é mais do que uma visita ao Palácio ou uma apresentação da história do Parlamento e do seu património”, pois “permite que os cidadãos conheçam, de uma forma apelativa, o funcionamento e as competências da Assembleia da República”. Podes, por exemplo, ver como são definidos os agendamentos do Plenário ou as formas de participação dos cidadãos junto da Assembleia, através de petições e outros instrumentos.

A visita virtual é acompanhada por textos, vídeos e infografias; alguns desses conteúdos ainda não estão disponíveis, pelo que esta é uma visita em “em constante desenvolvimento e atualização”, lê-se na mesma nota enviada às redacções. “A visita virtual, que pretende ser uma experiência imersiva, constitui uma forma de aproximação aos cidadãos, permitindo o acesso, a partir de qualquer lugar, ao Parlamento.”

A primeira visita virtual ao Palácio de São Bento foi criada em 2002, há 17 anos. O Palácio também pode ser visitado presencialmente, mediante marcação ou sempre no último sábado de cada mês.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.