10 projectos de jornalismo juntam-se para cobrir as legislativas de Outubro

Iniciativa chama-se Eleições Em Rede e pretende “dar uma dimensão nacional a problemas regionais (...), ao invés de uma cobertura focada em acções de campanha e comícios”.

Imprensa regional junta-se a novos projectos de media, como o Fumaça, e a meios universitários, como a RUC, para partilhar recursos e ideias na cobertura das próximas eleições legislativas, marcadas para 6 de Outubro. A iniciativa chama-se Eleições Em Rede e está a ser dinamizada pelo podcast Perguntar Não Ofende , do jornalista Daniel Oliveira.

Ao todo são 10 projectos que se juntam “com o objetivo de partilharem o melhor que fazem e apoiarem-se no tratamento informativo das eleições”, lê-se no comunicado que está a ser divulgado pelos diferentes meios. “A iniciativa nasce com o propósito de dar uma dimensão nacional a problemas regionais mas, também, olhar para a eleição de um novo Parlamento através da análise e do escrutínio de grandes temas, ao invés de uma cobertura focada em acções de campanha e comícios.”

Além do podcast Perguntar Não Ofende , a iniciativa Eleições Em Rede é integrada pelos meios digitais Fumaça, Sul Informação e Médio Tejo , pelos semanários Jornal de Leiria e Jornal do Fundão e ainda pelos projectos universitários RUM – Rádio Universitária do Minho , RUC – Rádio Universidade de Coimbra e Rádio Universitária da Beira Interior em conjunto com o Urbi et Orbi – Jornal Universitário da Beira Interior (coordenados pelo Remedia.Lab – Laboratório e Incubadora de Media Regionais).

“Cada meio terá a sua cobertura e linha editorial própria, mas partilha nos seus canais de distribuição (áudio, papel ou vídeo) e redes sociais trabalhos relevantes dos parceiros”, refere-se. “Mantendo a independência das redaçcões e o estilo de cada projecto, os artigos, entrevistas e debates produzidos ao longo dos próximos dois meses serão discutidos e pensados em conjunto, numa ideia de validação pelos pares.”