24º Jornal Mapa chega com uma grande colaboração com o Shifter

Edição custa 1 euro e está à venda de norte a sul do país. Pode também ser encontrado para consulta livre em diversas bibliotecas nacionais.

Na edição 24 do Jornal Mapa (de Agosto a Outubro de 2019) há um olhar actualizado sobre os conflitos da mineração. A corrida ao lítio e as perspectivas de uma mineração a céu aberto – altamente agressiva para a paisagem, o meio ambiente, a saúde e a vida em comunidade – levou as populações do norte e centro do país, juntamente com os vizinhos espanhóis, a quebrarem o verniz promocional da economia extractivista e o engodo dos governantes. Em conversa com o historiador Paulo Guimarães, contextualizamos ainda a longa tradição das lutas ambientais com a mineração.

Obrigatório também falar nesta edição de uma Europa tornada fortaleza em que a repressão se vira contra os que ousam mostrar solidariedade com os migrantes, e, consequentemente, da «besta de Salvini», num artigo sobre como, a mando da xenófoba italiana Liga Norte, foi criado um software que controla as redes sociais de Salvini. Outro artigo em destaque aborda, por sua vez, o Software Livre a fazer frente ao modelo das grandes empresas tecnológicas – um grande artigo em colaboração com o Shifter, assinada pelo João Ribeiro.

Conta esta edição ainda com um olhar sobre a hortas comunitárias do Porto, onde – mais do que cultivar alimento – se ensaia a acção colectiva em prol do bem-comum; com uma série de crónicas e visões críticas sobre as contestações internacionais pelo clima; um balanço e reflexão a partir do primeiro encontro português sobre Jineolojî, a proposta para uma ciência social criada a partir da experiência revolucionária das mulheres curdas; um olhar a partir do massacre de Tiananmen ao capitalismo chinês; a primeira parte de uma abordagem à “greve e o Estado: entre a repressão e a gestão”; uma foto-reportagem de uma acção recente contra o furo na Bajouca e o registo para memória da okupa COSA de Setúbal; uma entrevista à Habita (Associação pelo direito à habitação e à cidade); a segunda parte do ensaio sobre o animismo fetichista do Candomblé afro-brasileiro e a espiritualidade no Ocidente; e ainda uma breve história do naturismo libertário.

À venda no Shifter

A 23ª edição do Jornal Mapa custa, como as outras, 1 euro e está disponível em vários pontos de distribuição de norte a sul do país, ou através de assinatura. Em Lisboa, o Mapa pode ser encontrado para consulta na biblioteca do Palácio Baldaya, em Benfica, e para venda nesse mesmo espaço, em parceria com o Shifter – podes enviar um e-mail para comunidade@shifter.pt para mais informações. Estamos a oferecer um saco de pano Shifter por mais 1 euro.