Este site abre separadores à toa no teu browser para “os” enganar

A quem? Aos “trackers” e ao negócio de anúncios de gigantes como a Google e o Facebook.

Já pensaste ser outra pessoa? Ser aquele artista que “manda aquela paleta” no Instagram, fumar para parecer “aquele gajo fixe da turma” ou usar determinado vocabulário para te fazer ser “mesmo da cena”? Num mundo de aparências, não há mal em inspirarmo-nos aqui ou ali; afinal, a adolescência é mesmo para isso – para nos descobrirmos e para formarmos a nossa personalidade a sério.

Na web é relativamente fácil parecermos aquilo que não somos. Na web podemos mesmo ser outra pessoa, diferente da “vida real” e se calhar não há mal nisso… porque web. Contudo, apesar de podermos conseguir enganar os nossos seguidores com essa nossa persona online, trocar as voltas às dezenas – se não milhares – de trackers que estão nos sites que visitamos e que recolhem os nossos dados pessoais pode ser mais complicado. É que eles conhecem os “nossos podres”, aquilo que fazemos online mas não mostramos a ninguém; e, assim, mais facilmente conseguem saber quem realmente somos e do que gostamos, usando essa informação para nos mostrar anúncios que têm a ver connosco e com os nossos interesses, ou com algo que simplesmente pesquisámos recentemente. Duvidas? Experimenta consultar o teu “perfil de anunciante” no Facebook ou o equivalente no Google.

A Mozilla – e o seu browser, o Firefox – é uma ávida defensora de uma internet mais livre, onde os utilizadores não sejam meros produtos comerciais; por isso, tem vindo a equipar o Firefox com diversas funcionalidades que permitem escapar do negócio de gigantes como o Facebook ou a Google. Uma das opções que quem usa o Firefox tem é a possibilidade de restringir os sistemas de tracking, isto é, de impedir que os sites carreguem cookies de terceiros que vão recolher dados dos internautas e “persegui-los” na sua navegação online.

Para ilustrar porque é que isso é importante, e chamar à atenção para a problemática do tracking, o Firefox montou um websiteTrack THIS –, que, de um modo divertido, nos permite fingir que somos outra pessoa online (sim, aquela introdução não foi por acaso!): podemos ser um hypebeast (isto é, alguém que vai atrás de tudo o que é moda em termos de roupa, música, etc.), um filthy rich (uma espécie de rico finório, que só veste marcas caras e frequenta clubes exclusivos), um doomsday (alguém que anda sempre atrás de teorias da conspiração e a pensar que o mundo vai acabar amanhã) ou um influencer (este dispensa explicações).

O Track THIS vai abrir 100 separadores de uma vez só no teu browser (não, não tem de ser o Firefox) com sites adequados ao perfil que escolheste. Por isso, sim, convém teres um computador que seja relativamente bom em termos de RAM e que não vá bloquear ao segundo separador aberto. Todos esses separadores irão enganar os trackers e, por isso, é expectável que deixes de ver aqueles anúncios que parecem escolhidos por alguém que passou a vida a espiar-te (já viste o documentário The Great Hack, na Netflix?) e passes a ver coisas relacionadas com o perfil que escolheste ser nesta experiência divertida do Firefox.