Upload Lisboa está de regresso para mostrar o que mudou em 10 anos

O Upload Lisboa, evento criado em 2009 quando o marketing digital ainda era algo embrionário, está de regresso depois de uma pausa de vários anos.

 

Em 10 anos muita coisa muda. Nascem plataformas, desaparecem redes sociais, descobrem-se novas formas de fazer e pensar comunicação, sobretudo digital. O Upload Lisboa, evento criado em 2009 quando o marketing digital ainda era algo embrionário, está de regresso depois de uma pausa de vários anos. A conferência contará com oito oradores, intercalados por momentos de convívio, ao longo de um dia inteiro.

O regresso do Upload Lisboa será à sua casa original, a Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa – onde se realizou desde 2010 (a 1ª edição foi na Casa do Artista) até se despedir em 2014, quando a fundadora do evento, Virgínia Coutinho, se mudou para o Brasil, para um novo desafio profissional. Hoje, Virgínia está de novo em Portugal, tendo no ano passado fundado a Lisbon Digital School, uma escola de marketing digital e que assume agora a organização do Upload.

Entre 2009 e 2014, o Upload Lisboa tornou-se um ponto de encontro para profissionais e entusiastas da área do marketing. Para esta edição especial, a organização aponta para 500 participantes e muitos “olá, já não te via há tanto tempo!”. Já quanto aos oradores, estão confirmados:

  • Ricardo Cappra: é um cientista de dados, e pesquisa o impacto dos dados na sociedade e nos negócios. Trabalha no no Cappra Institute e já participou de projetos de desenvolvimento analítico de algumas das maiores organizações do mundo.
  • Rob Campbell: é director estratégico na agência R/GA EMEA, tendo já passado pela Wieden + Kennedy. Já desenvolveu estratégias para tudo, desde lounges de aeroportos a estações espaciais, e para todos, desde NIKE aos Metallica;
  • Martin Weigel: é director de planeamento na Wieden + Kennedy, em Amesterdão. Tem 27 anos, já viveu e trabalhou em Londres, Nova Iorque e São Paulo; foi uma vez descrito por um cliente como “o filho rebelde de Karl Marx, Martin Luther e Morrissey”;
  • Hugo Veiga: nasceu no Porto e é um dos principais rostos da nova geração de líderes criativos no Brasil. Co-fundou o escritório da AKQA em São Paulo. Nessa casa, tem desenvolvido alguns dos melhores trabalhos na área da publicidade de criatividade.
  • Nils Leonard: nomeado ‘Nº 1 Creative Person in Advertising Globally’ pela Business Insider e incluído na lista Ad Age 50, fundou há dois anos a Uncommon Creative Studio, que já conta com um prestigiado D&AD Pencil. Antes liderou a Grey London, durante o período o qual a agência venceu o maior número de Leões em Cannes.
  • Jez Jowett: é director de tecnologia criativa no Havas Media Group, onde trabalha há 15 anos. É criativo e programador, líder e praticante, apaixonado assumido por pessoas, inovação e ideias. Conta com mais de 500 campanhas interativas premiadas no seu currículo.
  • Sebastiaan Moesman: com 25 anos de experiência na área de media, Sebastiaan sempre combinou marketing e tecnologia no seu percurso. Foi um dos fundadores da Reddion em 1997, uma das primeiras agências de media on-line do mundo. O seu mais recente passo foi a criação da Azerion, uma empresa europeia de tecnologia, media e entretenimento, presente em 14 países na Europa.

Os últimos bilhetes para o Upload Lisboa estão à venda por 190 euros no site do evento, existindo opções para grupos de empresas.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.