A Google criou 6 aplicações experimentais pelo bem estar digital

Código das 6 apps está disponível de modo aberto para que programadores e designers possam criar também as suas experiências de bem estar digital.

O bem estar digital passou a ser assunto e tendência entre as tecnológicas em 2018 – com Apple, Facebook e Google a abordarem o tema abertamente nas suas keynotes e a lançarem ferramentas que permitem aos utilizadores controlar o tempo que passam ao smartphone ou online. A Google, por exemplo, tem uma página especial com o intuito de educar os internautas para esta temática.

Recentemente, o “laboratório criativo” da Google – Google Creative Lab – desenvolveu um conjunto de experiências que tiram partido da ideia de ‘bem estar digital’: são 6 apps que prometem ajudar-nos a largar o smartphone e que podes testar no teu equipamento Android.

As 6 apps são, por sinal, muito engraçadas e não sabemos porquê mas fazem-nos lembrar Black Mirror, aquela série distópica do Netflix:

  • o Unlock Clock é uma aplicação que coloca no wallpaper do teu telemóvel o número de vezes que o desbloqueaste em cada dia.

  • o Post Box agrupa as tuas notificações ao longo do dia e mostra-as apenas quando quiseres; ou seja, defines quantas vezes queres ver as notificações por dia (uma, duas, três vezes…) e a que horas.

  • o We Flip funciona em grupo; tu e os teus amigos têm de ter a aplicação instalada e ao mesmo tempo escolhem pôr os smartphones de lado; se algum ceder e desbloquear o telemóvel, toda a gente vai saber quem foi.

  • o Paper Phone é uma app bem engraçada que permite imprimir as coisas mais importantes do telemóvel, como os contactos favoritos, mapas e reuniões que tens marcadas para aquele dia.

  • o Desert Island permite-te definir 7 apps (nem mais, nem menos, 7!) para teres durante 24 horas; as restantes aplicações não ficam bloqueadas mas ficam escondidas por este launcher; no final, sabes se conseguiste usar só essas 7 aplicações ou se cedeste e abriste outra que não estava nos planos.

  • o Morph é também um launcher que te permite ter à mão as aplicações que te são úteis no contexto em que estás; por exemplo, quando estiveres a trabalhar, terás no homescreen apenas apps de trabalho e, quando fores correr, serão as apps importantes para essa actividade que verás.

O objectivo do Google Creative Lab com estas aplicações é “ajudar as pessoas a encontrar melhor balanço com a tecnologia” mas também a “inspirar programadores e designers a considerar o bem estar digital em tudo o que desenham e fazem”; é por isso que o código de qualquer uma destas experiências está disponível de forma aberta (open source) no GitHub.

O laboratório da Google também convida qualquer entusiasta a criar a sua própria experiência de bem estar e disponível, para isso, um ‘hack pack’ com instruções, templates e informação sobre algumas APIs.