Shifter Sans: a nossa tipografia está mais completa

Desde o primeiro lançamento a 27 de Agosto, a Shifter Sans já teve quatro versões. Foram adicionados novos elementos à fonte, como um til, um cê cedilhado, um ponto de interrogação, símbolos monetários, o hífen e transversão, o ponto e vírgula... e outros sinais gráficos.

Em Agosto apresentámos a nossa Shifter Sans, uma tipografia desenhada pelo Shifter e disponibilizada em open source através do GitLab. Este é, na verdade, o nosso primeiro projecto open source, uma filosofia que decidimos abraçar nesta mudança que apelidámos de ‘2020’.

A ideia de que parte esta fonte é simples. Quisemos transmitir o espírito experimental do Shifter, optando por uma tipografia de desenho simples, ângulos rectos e que msmo a preto permite qualquer pessoa perceber a sua lógica de construção. Shifter Sans é uma tipografia que não tem necessidade de surgir com o produto todo refinado, dá corpo às frases que definem a marca com atitude, rigor e clareza, deixando sempre um lado aberto à crítica e interacção traduzido no seu desenho simples e elástico.

@ Shifter 2020

Desde o primeiro lançamento a 27 de Agosto, a Shifter Sans já teve quatro versões. Foram adicionados novos elementos à fonte, como um til, um cê cedilhado, um ponto de interrogação, símbolos monetários, o hífen e transversão, o ponto e vírgula… e outros sinais gráficos.

A Shifter Sans foi desenhada pelo Ricardo Santos. Tratou-se de um projecto orientado pelo João Ribeiro e pelo Daniel Hoesen. A tipografia está licenciada segundo a v.1.1 da Open Font License, podendo ser utilizada de forma livre em qualquer projecto.