Black Friday no Black Market: há vidas à venda sem que prestemos atenção

Aproveitando a Black Friday, com alguma frieza e crueldade - propositadamente simuladas -, o site vidasavenda.pt "disponibiliza" um catálogo de seres humanos que "podemos" adicionar ao nosso carrinho de compras.

A Akto — Direitos Humanos e Democracia é uma associação sem fins lucrativos, focada na promoção da igualdade de género e no combate ao tráfico de seres humanos.  Com o objetivo de sensibilizar os portugueses para este último tema, aproveitando o frenesi da Black Friday e com a cooperação da agência de publicidade Gringo, criou agora a campanha “Há Vidas à Venda”.

Com alguma frieza e crueldade – propositadamente criada -, o site vidasavenda.pt “disponibiliza” um catálogo de seres humanos que “podemos” adicionar ao nosso carrinho de compras. Além do site online, a campanha” Black Market – Há vidas à Venda”, tem também presença física com outdoors na Maia, Porto, Nazaré e Sintra, onde podemos ver seres humanos a preço de saldo.

Numa campanha Akto procura sensibilizar e mostrar ao público como as pessoas podem ser tratadas como um outro bem qualquer, que se pode negociar e comprar, comunicando simultaneamente alguns dados factuais sobre este flagêlo tantas vezes menosprezado nos dias de hoje.

Entre 2012 e 2014 foram traficadas 63.352 seres humanos, dos quais 32.359 são mulheres, 13.283 homens e os restantes 17.770 crianças. Estes são os números que ficamos a conhecer quando exploramos o site vidasavenda.pt – dados segundo o “Global Report on Trafficking in Persons 2016”.

O site chama ainda a atenção para alguns dos sinais a que devemos estar particularmente atentos, com especial atenção para os menores.

Caso identifiques alguns dos sinais, podes ligar e ajudar a identificar possíveis vítimas de tráfico de seres humanos, através do número 925854000 (linha de apoio disponível 24h por dia).