Um bar de oxigénio numa das cidades mais poluídas do mundo

Criado por Aryavir Kumar e Margarita Kuritsyana, o Oxygen Bar, o primeiro bar de oxigénio na capital indiana, apresenta-se como uma resposta no mínimo irónica perante um problema cada vez mais grave naquele país asiático.

Foto de Oxygen Bar/DR

Recentemente alertas sobre níveis de poluição muito acima do saudável na capital da Índia, Delhi, fizeram soar-se na comunicação social até esta parte do mundo e, ao mesmo tempo, chegou-nos também (através da imprensa local ou do New York Times) a notícia de uma alternativa a que alguns indianos estão a recorrer um bar de oxigénio (sim, como no jogo Sims há uns bons anos atrás).

Criado por Aryavir Kumar e Margarita Kuritsyana, o Oxygen Bar, o primeiro bar de oxigénio na capital indiana, apresenta-se como uma resposta no mínimo irónica perante um problema cada vez mais grave naquele país asiático. O bar oferece sessões de 15 minutos de inalação de oxigénio com uma pureza entre 80 e 90% por cerca de 3 euros (299 RS), preço semelhante a um bilhete de cinema.

Foto de Oxygen Bar/DR

Para além de se oferecer como uma alternativa ao ar super-poluído de Delhi – que atinge níveis preocupantes de gases tóxicos devido às queimadas feitas nas regiões suburbanas circundantes à cidade ou à circulação automóvel – estes cocktails do Oxygen Bar prometem mais. De acordo com a imprensa, cada aroma tem uma finalidade especifica prometendo melhorar problemas como sinusite, dores de cabeça, enchaquecas e até depressões.

Consumidores ouvidos dizem que a experiência foi refrescante; já Rajesh Chawla, do Hospital Apollo, em Deli, refere que mesmo que se respire oxigénio puro duas horas por dia o seu efeito é diminuto face às outras 22 horas em que se respira ar altamente poluído, categorizando o conceito como um movimento puramente capitalista, tudo isto no seio de um dos países que mais contribui com poluição a nível global.