Quantos ‘airbnbs’ existem em Lisboa e no Porto? Este mapa responde

A plataforma
 Inside Airbnb indica 22 mil ‘airbnbs’
 em Lisboa e perto
 de 10 mil no Porto.

 

O Airbnb é uma das empresas-bandeira da chamada economia de partilha, tendo como promessa basilar a partilha de quartos em habitações de modo a rentabilizar camas vazias. Contudo, na plataforma de aluguer de dormidas para turistas nem sempre esse cenário é o mais comum. Pelo contrário é cada vez mais comum que encontrar apartamentos inteiros e que essa realidade comece a pôr em causa o tecido social, dificultando o acesso à habitação dos locais que vêem os preços aumentar por concorrência com o lucrativo negócio do turismo.

Apesar desta “realidade” ser comentada por muitos, a verdade é que nem sempre é fácil ter uma noção objectiva dos dados que a caracterizam, nomeadamente o número de propriedades dedicadas ao negócio. Inside Airbnb é um site que quer contrariar essa lógica, criando uma visualização dos dados da plataforma Airbnb.

No site, é possível navegar pelas várias cidades onde a plataforma está disponível e perceber o que caracteriza a oferta, para além do número de fogos. Podemos saber, por exemplo, o preço médio por noite, em cada cidade, a disponibilidade média ou a rentabilidade do aluguer de cada propriedade.

Screenshot via Inside Airbnb
Screenshot via Inside Airbnb

A plataforma Inside Airbnb baseia-se em informação pública, obtida directamente do site do Airbnb, secundada por uma política de uso justo da informação, sem fins comerciais. Para além de disponibilizar informação sob a forma de visualização, o Inside Airbnb disponibiliza também os dados em bruto para quem queira trabalhar noutras interpretações dos dados.

Sobre os dados que são possíveis aferir, um dado curioso tornou o site viral na internet portuguesa – o número de fogos na cidade de Lisboa. Lisboa, uma pequena capital europeia, conta com 16 mil apartamentos inteiramente dedicados ao aluguer, enquanto que o Porto tem 7 618 – num total de 22 mil airbnbs em Lisboa e perto de 10 mil no Porto; Amesterdão tem 15 496 e Barcelona apenas 8 912, dados interessantes para colocar em perspectiva o preponderância do alojamento local na ocupação dos fogos em Portugal.

Screenshot via Inside Airbnb

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.