Sebenta da Quarentena: a arte para minimizar o isolamento

Projecto da portuguesa Mistaker Maker, de Lara Seixo Rodrigues, juntou 40 artistas para criarem 40 ideias para aproveitar o tempo.

Fotografia de: Sebenta da Quarentena/Mistaker Maker
 
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Os idosos são não só o principal grupo de risco para o Covid-19 mas estão também estão a ser assolados por um período de isolamento psicológico e social maior ainda que o que normalmente já os atinge especificamente.

Esse isolamento, que é partilhado por quase toda a população neste contexto, foi o ponto de partida para os responsáveis pela plataforma artística Mistaker Maker, que decidiram criar a Sebenta da Quarentena, para ajudar a minimizar os impactos do distanciamento social utilizando a ferramenta com que trabalham diariamente: a arte.

O desafio lançado por Lara Seixo Rodrigues, fundadora da Mistaker Maker, a um grupo de 40 artistas foi simples: teriam de criar algo capaz de despertar empatia num idoso, de arrancar um sorriso, de o levantar do sofá, de firmar um pensamento positivo ou de lhe alimentar a alma nos dias estranhos que estão a viver, cimentando a certeza de que há alguém, perto ou longe, que se importa.

Entre os autores que aceitaram fazer parte da iniciativa estão nomes proeminentes de várias áreas e backgrounds artísticos: ilustradores, artistas plásticos, calígrafos, escritores, artistas urbanos ou arquitetos, que criaram então 40 ideias para aproveitar o tempo. Fazem desse grupo nomes como ±MaisMenos±, Aheneah, AkaCorleone, André Letria, José Lourenço, Mariana a miserável, Nevesman ou Pantónio.

Fotografia de: Sebenta da Quarentena/Mistaker Maker

Esta Sebenta da Quarentena apresenta-se assim como um compêndio de ilustrações para pintar, com histórias, mensagens, ‘inícios de conversa’, quebra-cabeças, palavras ilustradas, ‘novas formas de comunicação’ entre idosos e o mundo, entre avós e netos. Mensagens que nas suas mais variadas formas podem iniciar um contacto e uma aproximação, mas também ser enviadas/trocadas pelas compras ou entregas que são feitas nas casas destes idosos por voluntários, etc.

No fundo, a Sebenta reúne conteúdos capazes de ocupar o tempo e alimentar a alma dos que enfrentam uma enorme solidão.

O objectivo da Mistaker Maker é que esta Sebenta seja impressa e distribuída gratuitamente pelos idosos que têm apoio das Juntas de Freguesia a nível nacional através de voluntários, mas a Sebenta também está disponível online num website especialmente criado para o efeito no qual é possível descarregar este conteúdo para que as pessoas (idosos e não só) que têm acesso às novas tecnologias possam também participar deste movimento de inclusão associada às artes.

Trata-se de uma iniciativa sem fins lucrativos, construída integralmente através de doações da própria Mistaker Maker, dos autores e das empresas que se associaram a este projeto, sendo que os organizadores da Sebenta da Quarentena esperam ver o número de instituições associadas e território coberto pela ação crescer durante as próximas semanas.

A equipa Mistaker Maker incentiva também que as pessoas partilhem nas redes sociais, caso tenham acesso a essas ferramentas, os conteúdos que forem criando utilizando a hashtag #sebentadaquarentena. Se isso não for uma possibilidade, podem sempre enviar os conteúdos à equipa da plataforma através do website ou redes sociais (Facebook, Instagram) para que os organizadores desta iniciativa possam partilhar os resultados publicamente, incentivando, também desta forma, a inclusão.

Lara Seixo Rodrigues: a mulher que dá cor às cidades sem pintar

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.