Sem investimento, não há Shifter. Contribui para a continuidade do projecto

Não somos suportados por milionários, nem visionários. É por isso que precisamos de ti.

Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Os tempos estão a mudar e o Shifter também. Se a imprensa vive momentos difíceis, os tempos para os projectos independentes como o nosso parecem impossíveis. Desde sempre soubemos que nos propúnhamos a fazer algo raro – criar um órgão de comunicação e mantê-lo independente, activo e relevante – e agora, mais do que nunca, queremos reforçar o compromisso de que estamos nisto juntos: nós e tu, que estás a ler isto.

O Shifter está a lançar, pela primeira vez, uma campanha para a sua comunidade, de modo a garantir a sua sustentabilidade financeira por via de contribuições dos seus leitores, dando em troca mais atenção do que nunca às suas sugestões, críticas e referências e acrescentando três rubricas exclusivas.

O Shifter é um meio de comunicação nascido no digital, assente no mundo real. Criado entre bits e bytes, mas sempre focado no lado humano das histórias e da história. Entre algoritmos e inteligência artificial, procuramos responder aos interesses, preocupações e aspirações dos nossos leitores. Questionamos o progresso tecnológico e o futuro da sociedade – de uma perspectiva independente, criativa e humana. Não somos suportados por milionários, nem visionários. É por isso que precisamos de ti.

Os media em Portugal precisam de renovação – depois dos seus percursos louváveis estão capturados pela finança que os condiciona, mais que não seja fazendo com que não questionem o sistema. São muitos anos num país pequeno, onde os leitores não pagam e o financiamento por grupos empresariais foi sempre (ou quase sempre) solução. Agora, mesmo os jornais com mais méritos revelam-se afinal castelos de cartas prontos a ruir perante a vontade dos acionistas. E esta dependência do capital – em vez de ser dos leitores – faz com que dificilmente se belisquem os dogmas do mesmo. Não há salvaguarda, o que torna débil o compromisso.

No Shifter desde sempre pensámos que por muito radical que fosse a ideia não poderíamos abdicar da nossa propriedade nem depender exclusivamente de um ou dois financiadores. Só esse exercício nos mantém focados no compromisso que nos motiva – com os leitores, com o público. É por isso que apelamos para que se juntem a nós e nos ajudem a reforçar o que nos liga, que nos permitam ser uma voz cada vez mais forte numa sociedade cada vez mais muda.

Queremos com isto lembrar-vos que somos jovens, precários, que lemos cada mensagem, respondemos a cada e-mail e sentimos cada comentário. Não temos estruturas megalómanas, cumprimos as nossas obrigações, somos responsáveis pelo que fazemos, e questionamos sem pudor o mundo que nos rodeia.

Não somos melhores que ninguém

Estamos há 7 anos a investir numa sociedade mais informada, atenta, inspirada e crítica. Produzimos mais de 120 conteúdos por mês, que mantemos gratuitos (sem paywall) no nosso site. Publicamos crónicas, entrevistas, histórias, perguntas, editoriais e explicadores que estimulam o pensamento crítico, desafiam as verdades absolutas, iluminam perspectivas diferentes ao trazerem pessoas diferentes para o debate público. Fazêmo-lo diariamente, sem interrupções. Ganhamos pouco mas damos o máximo e cumprimos com todas as nossas obrigações. Continuamos porque acreditamos que no valor do que fazemos. 

Já fomos multados por futilidades, já fomos ameaçados com processos muito acima da nossas possibilidades, já fomos atacados por hackers, mas continuamos cá, a dar a face por este compromisso porque ao fim ao cabo acreditamos sempre que a nossa independência têm algo a acrescentar. Não somos melhores que ninguém mas somos únicos no panorama português onde a media alternativa definha. Somos únicos a questionar o progresso do digital sem nos ofuscarmos pelo brilho dos escrãs.

Somos únicos a rejeitar o sensacionalismo do gratuito e do simples. Somos únicos a ter um espaço aberto para a publicação de textos, a dar novas vozes à comunicação social portuguesa, a suscitar novas ideias, a iluminar novas formas de ser e de estar ao lado do óbvio. Somos únicos a ter a certeza do nosso valor mas uma dúvida gigante sobre o nosso potencial. A querer melhorar todos os dias. A não parar para celebrar nenhuma conquista porque o nosso único objectivo está lá à frente, onde nunca chegaremos.

Criámos o Shifter porque sentimos falta de uma plataforma progressista que desse voz a ideias alternativas e a culturas não-lucrativas, que fintasse os PRs, as estratégias de marketing, a publicidade e o consenso populista. Uma visão que nunca se concretizará por completo. Uma visão que ainda assim se pode tornar mais forte. Com o vosso apoio, com o vosso investimento, com a vossa interação. Invistam, invistam uma quantia módica ou um pouco do vosso tempo. A interação, a partilha ou a simples conversa é aquilo que nos alimentar.

3 novos produtos exclusivos

Desde que lançámos a nossa página no Patreon desde o início de Janeiro juntámos cerca de 80 apoiantes e estamos a receber cerca de 320 euros/mês. Temos 8% do nosso objectivo, muito longe dos 4000 euros mensais que custa o Shifter. Com esse valor, conseguimos pagar três salários mínimos e remunerar os textos dos nossos colaboradores. Só com esse valor é garantida a continuidade do Shifter.

É possível apoiar o Shifter no Patreon por 2, 5, 10 ou 15 euros/mês. Para investidores estamos a lançar três produtos exclusivos:

  • As notas do Shifter: todos os meses partilhamos as notas de cada edição – um conjunto de apontamentos e reflexões sobre os temas que trabalhamos.
  • Um podcast exclusivo: sabe mais sobre os processos e decisões do Shifter como se estivesses entre nós, numa conversa mensal e exclusiva para investidores.
  • O Shifter em papel: trimestral. O mesmo espírito do online mas em papel, com mais tempo de maturação, para ler longe dos ecrãs e pôr tudo em perspectiva.

Agora é a tua vez de investir, para que possamos continuar. Os apoios anunciados à comunicação social muito dificilmente chegarão a pequenos projectos como o nosso, o que põe em causa a pluralidade do jornalismo. Investir no Shifter é investir também num panorama mediático diferente, mais rico, e mais humano. É investir em quem tu conheces.

Sabe como investir no Shifter aqui e ganha acesso à nossa comunidade no Patreon.

O Shifter é um investimento.
O Shifter é um investimento diário.
O Shifter é um investimento de quem escreve.
O Shifter é um investimento para quem lê.
O Shifter é um investimento num mundo valores.
O Shifter é um investimento de leitores conscientes.
O Shifter é um investimento de quem acredita num mundo melhor.
O Shifter é um investimento de todos os que acreditam.
O Shifter é um investimento de pessoas, não de milionários.
O Shifter não vai existir sem leitores. São os nossos investidores.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.