Notas #1: Srećko Horvat, Novo Normal, Internet Pública

As notas do Shifter de Maio 2020.

Esta é a primeira edição das Notas do Shifter, uma rubrica exclusiva para apoiantes do projecto onde partilharemos algumas das linhas de raciocínio que nos conduziram editorialmente ao longo do mês, bem como referências com que nos fomos cruzando ao longo do caminho – links e inspirações como as que guardamos nas notas pessoais do nosso telemóvel. Desta vez, começamos por reflectir sobre um mês passado em quarentena, uma realidade que apesar de nos fechar em casa nos abriu ainda mais para o mundo.

Como explicámos nos dois editoriais publicados anteriormente, encarámos este momento como um desafio editorial onde quisemos testar as nossas capacidades e provar o nosso valor. Assim, propusémo-nos a desafios mais ousados e fechamos o ciclo com vários artigos de destaque e uma nota positiva. A simultânea paragem e transição forçada pela pandemia pôs em causa aquilo que enquanto sociedade tomávamos como garantido e confrontou-nos com novas problemáticas iminentes: de repente, fez ainda mais sentido para todos pensarmos sobre o mundo e a forma como o vivemos, as ferramentas que utilizamos, os limites da vigilância, ou a importância da ciência. 

Este mês, nesta primeira edição, destacamos três artigos Shifter que reflectem essa tendência de questionamento, acompanhados de bibliografia que usámos para os compor e de curiosidades em torno dos temas abordados, uma série de notas soltas que nos influenciaram durante este período e uma lista de notáveis – pessoas e projectos – que contribuíram de algum modo para este resultado.

 

Srećko Horvat: “Os desastres da história também tiveram consequências positivas”

Falámos com o filósofo croata Srećko Horvat sobre o que poderá trazer o futuro depois do vírus e a reacção que agora toma conta dos estados.

📕 The Radicality of Love

What would happen if we could stroll through the revolutionary history of the 20th century and, without any fear of the possible responses, ask the main protagonists – from Lenin to Che Guevara, from Alexandra Kollontai to Ulrike Meinhof – seemingly naïve questions about love?

📄 Coughing Has Become Almost a Terrorist Act: A Conversation with Srečko Horvat

“Today fear has become the main currency. And the more our governments are incompetent, the more they breed more fear. That’s why you have all that panic buying in the supermarkets. No one really believes the authorities anymore. And at the same time, as always during times of uncertainty, there is the hunt for scapegoats, whether it is the Chinese or Italians, or anyone who seems suspicious. Coughing today has become almost a terrorist act.” 

🖱 O coronavírus é um golpe “kill billesco” ao capitalismo e pode levar à reinvenção do comunismo – Slavoj Zizek

“O coronavírus está a perturbar gradualmente o suave funcionamento do mercado mundial e, como ouvimos, o crescimento pode cair dois ou três por cento. Não indicará tudo isto, claramente, a necessidade urgente de uma reorganização da economia global que não esteja à mercê dos mecanismos do mercado?”

No ‘novo normal’, a bicicleta e o andar a pé fazem parte da cidade

Com os transportes públicos sob ameaça de perder passageiros, por medo e por restrições às lotação dos veículos, e com o automóvel a não ser uma alternativa sustentável, algumas cidades já estão a olhar para a bicicleta e para o andar a pé como parte do pós-confinamento.

👩‍🔬 Rosa Félix

Rosa Félix é investigadora no Instituto Superior Técnico, especialista em mobilidade. É também uma ciclista em Lisboa, tendo, por isso, uma visão diferente e muito no terreno de como a cidade se move. Tem vários artigos publicados e trabalhos muito interessantes sobre dados e tendências. Rosa tem, aliás, acompanhado o crescimento da bicicleta em Lisboa há vários ano. O site dela está aqui; vejam também o do seu laboratório, o U-Shift.

🗺 The Geography of Coronavirus

Um artigo muito interessante do CityLab (que, por sua vez, é uma publicação muito interessante para quem gosta de temas relacionados com a cidade, urbanismo, mobilidade…)

In trying to understand the factors that exacerbate this pandemic, a chorus of commentators examining the trajectory have been quick to blame density. As with the September 11 terrorist attacks and the economic crisis of 2008, they see the virus as setting in motion a great migration away from dense, populous urban centers, effectively putting an end to the back-to-the-city movement of the past couple of decades.

Agora mais do que nunca: não deveria existir um serviço público e universal de internet?

Talvez com um serviço público e universal de internet, Portugal estaria mais apto para o ensino à distância e trabalho remoto, sem precisar de recorrer a soluções que parecem saídas do século passado.

📺 RTP Play

A RTP tem apostado na digitalização da sua oferta. O RTP Play tem os canais em directo de televisão e rádio; tem séries, filmes, documentários e outros conteúdos para ver quando quisermos; e tem ofertas exclusivas, como o recente RTP Palco. Com acesso à internet, ganha-se acesso a um universo da RTP maior e melhor que aquele disponível na TDT actualmente.

📄 Portugal segundo a Comissão Europeia

Como está o acesso e a cobertura de banda larga em Portugal? A Comissão Europeia faz no seu site um ponto de situação.

Portugal já alcançou, a nível nacional, uma cobertura básica de banda larga e uma boa cobertura em Redes de Nova Geração. O plano nacional de banda larga concentra-se no desenvolvimento adicional de Redes de Nova Geração e em medidas para estimular a implementação. Até 2020, todos os habitantes devem ter acesso a uma conexão de banda larga fixa com velocidade de transmissão de pelo menos 30 Mbps e 50% dos domicílios devem ter acesso a uma conexão de banda larga com pelo menos 100 Mbps.

🎲 As freguesias onde há fibra

A ANACOM disponibiliza uma lista em PDF, actualizada, das freguesias com acesso e cobertura de redes de alta velocidade fixas – ou seja, fibra óptica (FTTH/FTTB) e cabo EuroDOCSIS 3.0. Lamentavelmente essa informação não é disponibilizada em bruto, permitindo o seu tratamento e a criação de visualizações que permitam tirar imediatamente ilações.

 

📺 Entrevista de Snowden no festival CPH:DOX

📺 Apresentação TED de Srecko Horvat

📄 How the Pandemic Will End

📄 Why the Coronavirus Is So Confusing

📄 The Fate of the News in the Age of the Coronavirus

📄 ‘We can’t go back to normal’: how will coronavirus change the world?

📄 Screen New Deal – Under Cover of Mass Death, Andrew Cuomo Calls in the Billionaires to Build a High-Tech Dystopia

🔧 Propensity to Cycle Tool (PCT)

🎲 Bike Friendly Index

💬 In Search of a Good Night’s Rest

💬 Susan Sontag Daily

 

Srecko Horvat @HorvatSrecko

Srećko Horvat é um filósofo croata, autor e ativista político, que entrevistámos na peça mencionada em cima.

MubiPT @MubiPT

MUBi é uma associação de ciclistas urbanos que trabalham juntos para melhorar as condições para o uso da bicicleta como meio de transporte utilitário e recreativo em Portugal.

U-Shift ushift.tecnico.ulisboa.pt

O U-Shift é um grupo de investigação do Instituto Superior Técnico que tem como objectivo trabalhar problemas de mobilidade e transporte urbano.

Ed Yong @egyong209

Jornalista na revista The Atlantic, tem sido um dos destaques da imprensa internacional com peças profundas e certeiras.

Raphaeël Bastide @raphaelbastide

Professor e artista de net-art, recentemente entrevistado pelo Shifter.


Esta é a primeira edição das Notas, um formato que, tal como as nossas notas pessoais, está aberto a reformulações e reinvenções. Se tens alguma ideia, sugestão ou questão que achas que as Notas te podem ajudar a conhecer, não hesites em contactar-nos. Se este formato é exclusivo para apoiantes é porque queremos que estes sejam quem melhor nos conhece e acompanha, bem como quem sugere e nos desafia a fazer diferente e sair da nossa zona de conforto.